Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Jovem desaparecida há quase um mês



Laiane de Cássia Trindade Martins, 22 anos, está desaparecida há 24 dias. A família, em desespero, está publicando a foto para facilitar as buscas. A mãe e o padrasto de imediato registraram o desaparecimento perante a delegacia de polícia do Tenoné, informando quem suspeitam ser o responsável, mas não obtiveram qualquer providência da unidade, onde foi alegado inclusive não existir viatura disponível. A família procurou, então, a Delegacia da Mulher. Mas de lá foi encaminhada à delegacia de Homicídios, que está cuidando do caso. 


Pelas contradições em suas versões, o companheiro de Laiane é o principal suspeito. Disse que ela teria ido buscar remédios no posto da Marambaia, o que foi desmentido pelos profissionais do local; afirmou que ela sumira levando todos os documentos, mas foi flagrado com a carteira de identidade da jovem no bolso. Sustentou que ela fugira porque era ameaçada por comerciantes de ouro, contudo, ela nunca comercializou o minério. 

A família de Laiane relata que o rapaz é usuário de drogas em franca recaída. Sua profissão é de autônomo, ele tem paradeiro incerto e na última vez em que teve contato com o pai de Laiane foram juntos comprar um celular. Porém, o aparelho aparentemente foi destruído. 

Laiane conheceu o rapaz numa roda de capoeira de aniversário na casa de sua mãe. No começo, o namoro era consentido, depois foi proibido. Laiane, então, fugiu para a casa dos pais dele. Durante dois anos não fez contato com a mãe. No ano passado houve reaproximação: quando o namorado viajava para o Maranhão, ela passava dias com a família, que conseguiu emprego e plano de saúde.

Consta que eles brigavam muito e que ela achava que ele estava vendendo drogas.


Quem souber algo a respeito deve denunciar à delegacia de Homicídios. 


Queira Deus Laiane seja encontrada sã e salva!

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *