0

Jacques Mick, Samuel Pantoja Lima e Rogério Christofoletti, pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, publicaram “Jornalismo local a serviço dos públicos”, obra imperdível para estudantes de jornalismo e profissionais da área, que está disponível em formato e-book, para download gratuito. Samuel é professor doutor em Comunicação e paraense de Santarém.

A publicação reúne alguns dos resultados do projeto GPSJOR que investigou esforços para a superação das crises do jornalismo. Financiada pelo CNPq, a pesquisa “GPSJor – Governança, Produção e Sustentabilidade Para um Jornalismo de Novo Tipo” reuniu dezenas de pesquisadores da UFSC, Faculdade Ielusc e UEPG e o trabalho se estendeu por quase seis anos.

Após distribuírem os exemplares impressos da primeira edição, os coordenadores da pesquisa e organizadores do livro, Jacques Mick, Samuel Lima e Rogério Christofoletti, solicitaram à Editora Insular uma versão eletrônica, com nova ficha catalográfica e ISBN. A crise do jornalismo não reflete só o colapso de um modelo de negócios – o problema é mais amplo e envolve as relações de confiança entre jornalistas e seus públicos (audiências, assinantes, anunciantes, fontes e outros). O livro demonstra como a governança social pode levar a novos modelos de conexão do jornalismo com os públicos, nos quais decisões editoriais e de gestão promovam a sustentabilidade do ofício.

O estudo constatou que as dificuldades enfrentadas nas últimas décadas (queda nas receitas, fechamento de veículos, redução de periodicidade, demissões em massa e precarização do trabalho, entre outras) refletem as muitas faces da erosão da confiança da sociedade no jornalismo. Para reverter a deterioração da qualidade, a pesquisa propõe a adoção de modelos de governança social do jornalismo, a fim de viabilizar a sustentabilidade dos veículos a partir de conexões renovadas com os públicos nas variadas dimensões do ofício.

O livro tem 120 páginas e oito capítulos. Vejam o sumário:

Para pensar a crise do jornalismo, um olhar para a governança social – Jacques Mick, Rogério Christofoletti e Samuel Pantoja Lima

Dimensões da governança social do jornalismo: para entender as relações entre jornalistas e seus públicos – Jacques Mick e Luisa Meurer Tavares

Notas de uma pesquisa-ação multi-metodológica – Jacques Mick, Carlos Castilho, Luisa Meurer Tavares e Felipe Pontes

Decisões editoriais e as demandas dos públicos – Ângelo Augusto Ribeiro, Kérley Winques e Raíssa Turci

Gestão, controle e propriedade dos meios – Mariana da Rosa Silva, Marília Crispi de Moraes e Rogério Christofoletti

Sustentabilidade, mudanças estruturais e escolhas políticas – Samuel Lima e Lívia de Sousa Vieira

Engajamento, circulação e o papel do jornalista – Andressa Kikuti Dancosky

A serviço dos públicos: o jornalismo de novo tipo e sua governança social – Rogério Christofoletti, Jacques Mick, Luísa Meurer Tavares e Samuel Lima

O podcast Dialéticas dedicou dois de seus episódios para debater o livro. O Dialéticas é uma produção sonora de divulgação científica de pesquisadores brasileiros sediados em Portugal, e que tem uma versão em vídeo gerada a partir das entrevistas e interações. O jornalista Giovanni Ramos, doutorando na Universidade da Beira Interior (UBI), entrevistou os coordenadores do GPSJOR, Jacques Mick, Samuel Pantoja Lima e Rogério Christofoletti. Entre outros assuntos, eles trataram dos resultados da pesquisa, do futuro do jornalismo local, das dificuldades de implantação e sustentabilidade de iniciativas do tipo, e da complexidade política do momento. A conversa não coube num programa só, e foi desdobrada em dois episódios.

Ouça ou assista à versão em vídeo aqui e aqui.

Para baixar o livro, acesse aqui.

Belém-Rio condenada por Vara do Trabalho em ação do MPT

Anterior

Comandante do 9º BPM exonerado e IPM apura rifa

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *