Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Equipes da Divisão de Homicídios e da Delegacia de Repressão de Furtos e Roubos estavam monitorando há um mês o grupo criminoso que planejava roubar em torno de R$ 1 milhão no caixa eletrônico do Banpará localizado dentro do Hospital…

Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

Jornalismo Científico na Amazônia

 O professor doutor Manuel Dutra em sala de aula
 Visita da turma a sítio arqueológico

Ontem, Santarém, confirmando seu perfil de município de vanguarda, comemorou mais um feito inédito: a primeira turma de Especialização em Jornalismo Científico formada no interior da Amazônia recebeu das mãos da reitora Raimunda Monteiro e do vice-reitor Anselmo Colares, também professores e orientadores de acadêmicos, os diplomas da Universidade Federal do Oeste do Pará – Ufopa.  

A maioria dos professores que atuou durante o período é de paraenses e alguns, como o professor Manuel Dutra – idealizador e coordenador do curso, a pedido do ex-reitor da Ufopa Seixas Lourenço –, Alessandra Carvalho, Samuel Lima, Anselmo Colares, Raimunda Monteiro e Otacílio Amaral, santarenos da gema, embora Dutra e Otacílio estejam radicados em Belém, onde são docentes da UFPA, e Samuel em Florianópolis(SC), docente da UFSC. 

Vários eventos debateram e difundiram a ciência na região oeste do Pará, ao longo do curso, iniciando com uma visita de campo ao sítio arqueológico da Ufopa, inclusive uma mesa-redonda intitulada “Encontros e Desencontros entre Comunicação e Ciência”, que ampliou a discussão acerca da atuação do cientista e do jornalista para a popularização do conhecimento científico, culminando com o lançamento do livro eletrônico intitulado “Jornalismo Científico e Pesquisa na Amazônia”, em 18 de abril de 2013, publicação organizada pelos professores doutores Manuel Dutra e Samuel Lima. O livro pode ser lido aqui.

As monografias e reportagens (impresso, TV, rádio, portais de internet e documentários) apresentadas à banca como Trabalho de Conclusão de Curso foram o  livro-reportagem “Agricultura familiar – merenda saudável para as crianças”, de Ailanda Tavares e Alciane A. da Mota; “O Tema Saúde no JT1: aplicação do Esquema Narrativo Canônico”, de Júlio César Guimarães Antunes; “Jornalistas e cientistas: compreendendo as divergências
Discentes”, de Aritana Aguiar de Sousa e Márcia Cristina Pedroso; “As estratégias de comunicação do Movimento Tapajós Vivo”, de Ercio do Carmo Santos e Joelma V. dos Santos; “Conhecimento popular e comprovações científicas do fenômeno terras caídas”, de Adriana Pessoa Cunha e Alessandra Mizher; “O discurso ambiental no Jornal O Liberal”, de Gilmara dos Reis Ribeiro; “Interação das mídias sociais no jornalismo esportivo”, de Ambelino M. Andrade e Raimundo C. Neves; “Caso Juá: expansão imobiliária em Santarém e as lições para uma cidade sustentável”, de João Georgios Ninos e Ronilma Santos Silva; “Recepção radiofônica: a etnocenodramaturgia no rádio, na comunidade de São Benedito do Ituqui, em Santarém–Pará”, de Manoel Ednaldo Rodrigues; “A sobrevivência dos igarapés na Amazônia Paraense: Um estudo de caso com o igarapé Urumari em Santarém – Pará”, de Milton José R.Corrêa; “O processo de contaminação do rio Tapajós”, de Cristiane Sales; “Jornalismo científico na Amazônia”, de Ormano Sousa; “Aquífero Alter do Chão”, de Joab Ferreira e Valdilene Trindade; “Comunidades tradicionais da Reserva Extrativista Tapajós/Arapiuns, de Fábio Rodrigues Pena; “A experiência da UFOPA no Facebook”, de Jorgelene Oliveira e Maria Lúcia Morais.

Parabéns, à Ufopa, aos professores e aos novos especialistas.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *