0

O romancista, pesquisador, conferencista, advogado e professor doutor Ivanildo Alves, presidente da Academia Paraense de Letras, lança nesta sexta-feira, dia 15, a partir das 18h, na Academia Paraense de Letras, “Madrasta Terra – Crônicas do Latifúndio na Amazônia”, segundo volume de sua trilogia focada na luta pela posse da terra no estado do Pará. O primeiro romance foi publicado no ano passado, intitulado “Mãe Terra”, e o terceiro vai se chamar “Padrasto Ouro”, com lançamento previsto para 2024. Trata-se de uma obra de fôlego, são mais de setecentos personagens, mas o centro da trama é a Amazônia, a imensidão da floresta, os mananciais de água, as disputas pela terra, a violência. O autor se embrenha na mata parauara enfocando fatos e circunstâncias e a degradação humana e da natureza.

Criminalista renomado e admirado, atuante em todo o Brasil, Ivanildo Alves conta que se inspirou em um caso de chacina acontecido em outra unidade da Federação para criar essa saga que perpassa os três livros, uma ficção com base na realidade. Ele buscou nos fatos trágicos que banham de sangue os campos do Brasil um marco para desenvolver seu trabalho literário, sempre com o olhar voltado para a realidade regional. 

O romance aborda e discute os problemas regionais e é ambientado em três municípios do Pará: Castelo dos Sonhos (distrito de Altamira), Itaituba e Marabá, que há décadas são palcos de conflitos sangrentos envolvendo latifundiários e a população, na luta por espaço para produzir. O interesse pela terra gera escaramuças, crimes agrários, ambientais e contra a vida, ali gravitam pistolagem, assassinatos por encomenda, desmatamento, a floresta queimada sendo substituída por pastagens, a sociedade em permanente conflito no Pará inteiro.

A Academia Paraense de Letras fica na Rua João Diogo, 235, em frente ao TRE e ao antigo quartel do Corpo de Bombeiros, e ao lado do tradicional Colégio Paes de Carvalho. 

Salomão Larêdo comendador de Cametá

Anterior

A Música e o Tempo no Grão-Pará

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *