Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Índios fazem bloqueio na BR-316 em protesto

O trânsito na BR-216, que já é normalmente difícil, hoje ficou ainda pior. Índios das etnias Tembé, Assurini, Timbira, Kaapo, Gavião, Kaxuiana e Wai Wai interditaram um trecho da rodovia, na altura do KM 104, no trevo de Santa Maria do Pará, que é um movimentadíssimo eixo de entrada e saída da região metropolitana de Belém. A Polícia Rodoviária Federal negociou a liberação do tráfego.
O protesto é contra a precariedade do atendimento à saúde indígena no Pará, a PEC 241 e a municipalização da saúde indígena. Eles querem, ainda, que seja nomeado um indígena para coordenar a
Secretaria Especial da Saúde Indígena – Sesai (órgão do governo federal responsável por garantir infraestrutura e atendimento aos índios)  do distrito Guamá/Tocantins, que corresponde à área do Pará e conta com orçamento anual de R$ 17 milhões. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *