A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

IHGP-PA declara quatro sócios eméritos

Em sessão solene no Solar Barão do Guajará, sede social do Silogeu, a presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, Anaíza Vergolino e Silva, outorgou o título de Sócio Emérito a Pedro Rocha Silva, que ocupava a cadeira de Nº 15, cujo patrono é Emílio Goeldi; a Raymundo Heraldo Maués, que ocupava a cadeira de Nº 27, cujo patrono é José Olyntho Barroso Rebello; a Alcyr Meira, que ocupava a cadeira Nº 34, patrono Paulo Eleuthério Álvares da Silva; e a João Augusto Figueiredo de Oliveira, que ocupava a cadeira de Nº 35, patrono Raimundo Avertano Barreto da Rocha. Com a oficialização, foram declaradas vagas as quatro cadeiras antes ocupadas pelos novos Eméritos.

Alcyr Meira foi representado pelo professor doutor Antônio José de Mattos Neto. O orador oficial do IHGP-PA, Prof. Dr. José Maia Bezerra Neto, fez a saudação aos homenageados apresentando suas ações em favor de Belém, do Pará e do IHGP. Durante o pronunciamento, Raymundo Heraldo Maués entrou no auditório, sob aplausos gerais. Os novos eméritos assinaram o livro oficial e receberam o diploma.

Visivelmente emocionado, João Augusto Oliveira, que também é membro da Academia Paraense de Letras e da Academia Paraense de Jornalismo, usou a tribuna em nome de seus confrades eméritos, destacando a importância do IHGP-PA ser um lugar festivo, não no sentido de “festança”, mas pelo congraçamento mútuo entre seus sócios e o povo paraense. “Ao reconhecer o valor dos seus intelectuais, reconhece igualmente o valor da cultura, do espírito do caboclo paraense, porque é justamente isso que os sócios do IHGP fazem: registram e salvam a alma deste povo, naquilo que lhe é mais belo: suas tradições, seus patrimônios, sua memória, suas culturas”, acentuou João Augusto, que é oriximinaense.

Ao agradecer as palavras de João Augusto, a presidente do IHGP-PA, Anaíza Vergolino, destacou o trabalho, empenho e parceria de todos os membros da entidade, que tem 121 anos. Lembrando que quando assumiu a direção do IHGP o prédio estava com suas portas fechadas, com um programa de reforma inconcluso, sem condições de realizar qualquer atividade no seu interior, Anaíza acentuou a participação de cada emérito. Pedro Rocha, na qualidade de diretor de um dos campi da Escola Superior da Amazônia (Esamaz), e João Augusto, articulado com empresas privadas (Supermercados Nazaré), ajudaram da melhor forma possível, conseguindo espaços sem ônus para o Instituto realizar as reuniões da diretoria e as assembleias gerais. Por sua vez o professor Heraldo Maués, ocupadíssimo na UFPA, nos programas de pós-graduação e nas suas pesquisas, encontrava tempo para fazer a triagem e a seleção dos novos membros; da mesma maneira o Dr. Alcyr Meira, mesmo atarefadíssimo em seu escritório, dispensava tempo para supervisionar as obras realizadas pelo Programa Monumenta. E, sim, todo o trabalho no IHGP é voluntário. “Portanto, nada mais justo que agraciar nossos confrades que trabalharam e doaram seu tempo, por anos, em favor deste Sodalício”.

O cerimonial da solenidade foi dirigido por Walbert Monteiro, que integra o IHGP-PA e também é membro da Academia Paraense de Letras e da Academia Paraense de Jornalismo. Compuseram a mesa oficial da sessão solene a presidente do IHGP-PA, Prof.ª Anaíza Vergolino e Silva; o Vice-Presidente, Prof. José Maia Bezerra Neto; o 1º secretário, Prof. Robson Wander Costa Lopes; e a 2ª Secretária, Prof.ª Helena Doris de Almeida Barbosa. A presidente da Academia Paraense de Jornalismo, Franssinete Florenzano, também participou do evento.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *