A 27ª Unidade de Conservação do Estado do Pará abrange os municípios de Jacareacanga e Novo Progresso, no sudoeste paraense. O Decreto nº 1.944/2021 foi assinado pelo governador Helder Barbalho na quinta-feira, 21, e publicado ontem (22) no Diário Oficial…

O Atlas da Dívida dos Estados Brasileiros, lançado no Fórum Internacional Tributário pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital, aponta que a dívida ativa das empresas com os entes federados soma estratosféricos R$ 896,2 bilhões, significando 13,18% do PIB…

Ao abrir oficialmente o Forma Alepa/Elepa, o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão, destacou a importância do trabalho que vem sendo executado pela Escola do Legislativo, treinando, qualificando e atualizando gestores, vereadores e servidores públicos, que dessa forma…

Em Itupiranga, força-tarefa do Ministério Público do Trabalho no Pará e Amapá, Auditoria Fiscal do Trabalho, Defensoria Pública da União e Polícia Federal resgatou sete trabalhadores em condições análogas às de escravos, em duas fazendas no sudeste paraense, e prendeu…

I Festival Escrevendo Nossa História

Professor Cláudio Trindade, diretor da FCG. Foto: Carlos Sodré

Começa daqui a pouco o “I Festival Escrevendo Nossa História”, no Anfiteatro Coliseu das Artes, do Espaço São José Liberto, com a exibição do musical “Viver a vida”, uma reflexão sobre o existir e construir de um novo panorama social, com valores éticos, políticos, educacionais e culturais funcionando como instrumentos de transformação da sociedade. O repertório popular foi selecionado pela equipe de professores do Projeto Música e Cidadania, da Fundação Carlos Gomes, liderada pelo professor Cláudio Trindade, diretor de ensino. 


Os arranjos musicais foram executados de modo coletivo, por parte dos professores, de modo a integrar os 14 polos do projeto partir de repertório único, alinhavado por intervenções cênicas de alunos, criando um universo sonoro e poético capaz de transcender o mundo real, potencializando o sonho, o encantamento e experiência musical dos cantores e instrumentistas, assim como de suas famílias. 


O espetáculo terá como atrações grupos de flauta-doce, violão, cavaquinho, percussão, Gran Coral e cantores solistas, finalizando com a Banda da Sociedade Beneficente e Cooperativista Cristo Redentor.
A apresentação tem apoio da Secretaria de Estado pelo Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama). Aproveitem que a entrada é gratuita.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *