Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

HC em lençol não surtiu efeito


Teve repercussão nacional a iniciativa inusitada de um detento do Instituto Presídio Professor Olavo Oliveira, em Itaitiga, região metropolitana de Fortaleza(CE), que redigiu um Habeas Corpus em seu próprio lençol. Na peça, Hamurabi Simplício Contri da Silva fez um apelo dramático: “Eminências, escrevi esse HC em parte do lençol que durmo, representando minha carne rasgada e tantos sofrimentos”, pugnando pela sua liberdade. O pedido foi enviado à ouvidora da OAB-CE, Wanha Rocha, que encaminhou o documento ao STJ, onde foi recebido na terça-feira passada, 20, à tarde, pelo ouvidor do STJ, ministro Humberto Martins, e distribuído à 6ª Turma na quinta, 22, sob relatoria da ministra Maria Thereza de Assis Moura, que o indeferiu liminarmente.

O impetrante alega já ter direito ao sistema de progressão ao regime semiaberto e pede que o benefício seja cumprido.
Diz que o TJE-CE não o teria intimado pessoalmente para julgamento de apelação, a fim de que não fosse cumprida ordem de soltura exarada pelo STF.  

Confiram o  HC 295.085 aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *