0

A Cultura Rede de Comunicação está promovendo um festival de verão que inclui música, esporte, lazer e educação ambiental em Salinópolis, onde centenas de milhares de veranistas lançam diariamente lixo nas areias e nos mangues.

No sábado, 22, logo cedo os atletas chegaram na pracinha da nova orla do Maçarico, em Salinas, para participar da corrida Cultura Eco. A iniciativa integra a programação do festival que vem sendo realizado no município desde o início do mês.

Mais de 400 pessoas fizeram o trajeto de 7km. Sandro Pinheiro, morador local, participou do circuito e foi o primeiro colocado da categoria PCD.

Representando o governador Helder Barbalho, o chefe da Casa Civil, Luiziel Guedes, prestigiou o evento. “Antes de mais nada, gostaria de me congratular com a equipe da Funtelpa, na pessoa do presidente Miro Sanova e do diretor Binho Nascimento, por essa iniciativa que teve de pronto o apoio do governador Helder Barbalho, que está muito satisfeito, muito feliz por ver essa iniciativa, essa programação tão importante tanto na cultura como também no esporte e no lazer. Toda a equipe está de parabéns pelo belo trabalho”.

Logo após a corrida, houve a limpeza do manguezal próximo à praia do Atalaia, onde muito lixo é descartado indevidamente.

Em parceria com a Federação Paraense de Surf (Fepasurf), mais de 60 pessoas retiraram lixo e plantaram mais de cem mudas.

A programação incluiu, ainda, um passeio de caiaque e stand up paddle, além de contemplação da natureza.

O presidente da Cultura Rede de Comunicação, Miro Sanova, contou que o festival foi idealizado para alegrar e ensinar com irreverência a responsabilidade de cada cidadão aos veranistas de Salinas. “Um sábado bastante diferente dentro da nossa programação, em que o esporte e a educação ambiental estiveram presentes aqui, para mostrar que é sempre possível se divertir e também preservar o corpo, a mente e o meio ambiente”.

A ambientalista e canoísta Zanna Guedes, que realiza com seu marido, Pedro, também canoeiro e ambientalista, trabalho permanente de educação ambiental e ações de limpeza nos rios de Salinópolis, Benevides, Belém e Santarém, contribuiu na ação e deixou sua mensagem: ” é uma importância muito grande isso que fizemos aqui, porque os mangues e as margens dos rios abrangem muitas espécies. Aqui, por exemplo, temos guarás, garças, além de também ser o dormitório e ninhos delas, elas reproduzem aqui. Então, é uma forma de conscientização, de chamar atenção para não jogar lixo nos mangues, não poluir. De ação em ação a gente consegue mobilizar uma galera maior, mais consciente e alcançar nosso objetivo”.

O “Festival de Verão Cultura Eco” segue com shows musicais a partir das 18h, no palco 360ª montado na nova orla Beira-Mar do município, disputa de Futevôlei e outras atrações até o fim do mês.

Dejetos, vidro e plástico na praia em Salinópolis

Anterior

Belém fará censo da gastronomia

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *