A empresa de ônibus Belém-Rio, que faz a linha para o distrito de Outeiro – Ilha de Caratateua, em Belém, aparentemente está falida e reduziu pela metade a sua frota, causando enorme sofrimento aos usuários do transporte coletivo. O serviço,…

A Cosanpa abriu nada menos que seiscentos buracos imensos nos bairros mais movimentados de Belém, infernizando a vida de todo mundo com engarrafamentos e causando graves riscos de acidentes, principalmente porque chove sempre, e quando as ruas alagam os buracos…

O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Fenaj apoia a luta dos jornalistas do Pará

“Neste 20 setembro, data em que
comemora 67 anos de fundação, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj)
declara total apoio à causa defendida pelos jornalistas do Pará. Esta direção
hipoteca solidariedade a toda categoria paraense e se coloca à disposição dos
jornalistas que estão em greve.

A Fenaj está ao lado
do Sindicato dos Jornalistas do Pará, que certamente
ajudará a conduzir este movimento no sentido de conseguir as suas justas
reivindicações apresentadas pela categoria.

A greve dos jornalistas da RBA – de propriedade do
senador Jader Barbalho e afiliada da Rede Bandeirantes – expõe à sociedade uma
realidade que infelizmente é compartilhada pelos jornalistas profissionais em
diversos estados brasileiros: aviltamento salarial, assédio moral e péssimas
condições de trabalho. Esta situação agride a dignidade dos jornalistas e, em
última instância, o Jornalismo e o direito da sociedade à informação de
qualidade.

As reivindicações de piso salarial de R$ 1.900,00,
estabilidade de um ano aos participantes do movimento grevista, e de
reintegração do jornalista Leonardo Fernandes – demitido num claro ato de
retaliação ao movimento da categoria – são justas e legítimas e, portanto,
precisam ser atendidas pela RBA.

O movimento grevista simboliza o espírito de luta
dos jornalistas paraenses e serve como modelo para toda a categoria. A sua
agenda é a agenda dos jornalistas de todo país, a sua luta é a nossa luta!

Diretoria-Executiva da FENAJ.


Brasília, 20 de setembro de 2013.”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *