Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Ex-prefeito e tesoureiro de Garrafão presos

A pedido do MPE-PA, via  Promotoria de Justiça de Garrafão do Norte, em conjunto com o Núcleo de Combate à Improbidade e à Corrupção, o ex-prefeito Antonio Pereira de Araújo e o ex-tesoureiro Fernando Mariano de Souza foram presos ontem e tiveram seus bens bloqueados.  

O município está em estado de emergência financeira, inclusive com os vencimentos de grande parte do funcionalismo público em atraso. Ao investigar, o Ministério Público descobriu pagamento de R$ 554.971,90, no final do ano letivo, pela compra de material escolar, com o agravante de os recursos não terem sido empenhados nem constarem do portal da transparência. O MP requereu e foi deferido pelo juízo da comarca o bloqueio de mais de R$ 2 milhões, de cerca de sete empresas e pessoas físicas sob suspeita de pagamentos irregulares. 

Além disso, a administração descontou consignados dos servidores no total de de mais de R$2,5 milhões mas não repassou os valores aos bancos credores. Em consequência, os servidores tiveram seus nomes negativados e bloqueado o acesso a compras parceladas. Foi apurado, ainda, que a prefeitura também não fez os recolhimentos previdenciários. 

Finalmente, mas não menos importante, no último dia da gestão do ex-prefeito de Garrafão do Norte, foi efetivada uma transferência bancária no valor de R$ 300 mil para a JMP Alencar & AGF Alencar Ltda. – ME, empresa do ramo de internet cujo responsável, ao ser interrogado pelo MP, admitiu não ter prestado qualquer serviço para o município e disse que “não sabia” as razões do pagamento. O dinheiro foi bloqueado e retornou aos cofres públicos. No ato da prisão, foram encontrados com o ex-tesoureiro R$30 mil. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *