Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Etapa final do PCCR da Alepa

FOTO: OZEAS SANTOS
O presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Márcio Miranda, concedeu hoje adicional de titulação a mais dez servidores efetivos da Casa. Trata-se da última etapa de implementação do PCCR (Plano de Cargo, Carreira e Remuneração) da Alepa. 

Vera Faraco, advogada do Centro de Atendimento ao Cidadão, é uma das servidoras contempladas e concluiu especialização em Direito de Família e Sucessões, que será muito útil, já que a maioria dos atendimentos no CAC Jurídico é relacionada ao tema. O subsecretário legislativo, Jarbas Porto, concluiu uma pós-graduação em direito tributário, o que vai somar em muito à sua experiência no processo legislativo.

O adicional de titulação é calculado sobre o vencimento-base do servidor. O percentual é de 15% para especialização, 20% para mestrado e 25% para doutorado. Os cursos devem sempre ser diretamente ligados às atribuições do cargo de cada servidor.

O presidente Márcio Miranda festejou, na ocasião, o fato de não restar qualquer questionamento do Ministério Público quanto ao PCCR da Alepa, nem em relação aos atos de sua gestão, que já está no quinto ano, posto que foi eleito e reeleito, sucessivamente, para três biênios.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *