O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Entidades repudiam violência e ameaças


Na esteira da selvageria perpetrada em pleno hospital da Unimed, em Belém, a presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-PA, Luana Thomaz, recebeu uma enxurrada de ameaças nas redes sociais. Assustada, com toda razão, ela registrou boletim de ocorrência policial, e a OAB-PA levou o caso ao governador Simão Jatene, que ontem reuniu a cúpula da Segurança Pública no Pará e traçou estratégias de combate à escalada de violência. Ontem à noite, entidades de defesa dos direitos humanos (entre elas Sociedade de Defesa dos Direitos Humanos do Pará, Cedeca-Emaús, Comissão Justiça e Paz da CNBB Norte II, OAB-PA, Ouvidora do Sistema de Segurança do Pará, Eliana Fonseca, Comissão Estadual da Verdade do Pará, Comissão da Verdade dos Jornalistas do Pará e Comissão de Direitos Humanos da Alepa) e parlamentares – deputado federal Edmilson Rodrigues(PSOL), deputado estadual Carlos Bordalo(PT) e vereadora Sandra Batista(PCdoB) – reuniram na Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de Belém, sob a coordenação do padre Bruno Sechi. Está sendo elaborada uma nota conjunta de repúdio à violência e pedido de providências urgentes. Também será solicitada uma audiência com o governador Simão Jatene, na próxima semana, para apresentar sugestões, cobrar o resultado das investigações acerca da chacina em 4 de novembro do ano passado e saber que medidas estão sendo tomadas.

Leiam a nota oficial da OAB-PA.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *