A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Enquanto isso, na Sala de Justiça…

Lembram da jovem acusada de lesão corporal grave, que passou a noite de sexta-feira algemada na delegacia de Curralinho, amamentando seu bebê de 10 meses?
A promotora de justiça local, Marilúcia Santos Sales, só hoje se manifestou quanto ao pedido da Defensoria Pública, de liberdade provisória ou prisão domiciliar.

O parecer foi no sentido da prisão domiciliar a Waldenilza Sabrina Silva Vilhena, presa por causar lesões corporais graves a uma adolescente de 16 anos no município, por causa de seu ex-marido.

Além da necessidade de garantir alimentação adequada à criança, o Conselho Tutelar local reforçou o pleito argumentando que a acusada não tem parentes no município e a família do pai da criança não tem condições de cuidar do bebê. 

O Judiciário ainda não decidiu se acata o pedido. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *