Barcos regionais a motor, veleiros, vigilengas, rabetas, bajaras, canoas ubás, igarités, catraias, botes fazem parte da memória afetiva, produtiva e econômica parauara, navegando pelo oceano Atlântico, baías, rios que mais parecem mares, lagos, igarapés, furos, estreitos, igapós e campos alagados…

Embora o Quartel Tiradentes esteja localizado no coração do bairro do Reduto, sediando o 2º BPM e duas Companhias da Polícia Militar do Pará, os meliantes parecem desafiar abertamente os policiais. Os assaltos no bairro continuam muito frequentes, principalmente no…

Douglas da Costa Rodrigues Junior, estudante de Letras - Língua Portuguesa da Universidade Federal do Pará e bolsista do Museu Paraense Emílio Goeldi, ganhou a 18ª edição do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica na área de Ciências Humanas…

O Ministério Público do Trabalho PA-AP abrirá na segunda-feira inscrições para Estágio de Nível Superior. A seleção será destinada ao preenchimento de vagas e formação do quadro de reserva de estagiários dos cursos de Administração/Gestão Pública, Biblioteconomia, Direito, Jornalismo, Publicidade/Propaganda…

Enfim, um terminal fluvial digno

Agora vai. Será lançado no início da semana que vem o edital de licitação para o Governo do Pará contratar uma lancha rápida destinada a fazer o transporte de passageiros de Belém aos municípios de Soure e Salvaterra, no arquipélago do Marajó. A Arcon está ultimando as providências. A embarcação será em modelo catamarã e deverá ter no mínimo 150 lugares. 

E amanhã o o governador Simão Jatene inaugura o novo Terminal Hidroviário do Porto de Belém “Luiz Rebelo Neto”, no galpão 9 da Cia. Docas do Pará, com capacidade para atender 60 mil usuários por mês. Foram investidos R$ 19 milhões, pelos cuidados necessários em manter a estrutura do prédio centenário, em zona tombada como Patrimônio Histórico.

A área construída total tem 4,8 mil metros quadrados, em dois pavimentos. No térreo funcionará o terminal propriamente dito, com os guichês de passagem, salas de embarque e desembarque, lojas de conveniência, farmácias, praça de alimentação, duas lanchonetes e dois flutuantes com rampas cobertas articuladas e passarela retrátil – um para o embarque e outro para o desembarque de passageiros –, além de polícia turística e posto de informações.

No segundo andar ficarão os escritórios das agências Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), os Ministérios do Trabalho e da Agricultura, Receita Federal e Polícia Federal, com cela de custódia e sala de armas, além de postos do Pro Paz e do Juizado da Infância e da Adolescência. 
Detalhe importante: há um estacionamento para 90 veículos, em terreno localizado em frente, com acesso pela Tv. Rui Barbosa.
Os equipamentos de segurança incluem  controle de raios-X e scanner para bagagens, além de vigilância com câmeras. Sistema de som e  telas vão anunciar os horários de chegada e saída de embarcações. A  internet sem fio tem sinal wi-fi do Navegapará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *