O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

Emoção na transmissão de cargos no TRE-PA

O desembargador Leonam Gondim da Cruz Júnior se emocionou às lágrimas ao tomar posse na presidência do Tribunal Regional Eleitoral, evocando a memória de seu pai, de quem herdou também o nome completo. Muito aplaudido, ele mereceu de todas as autoridades e da plateia que superlotava o plenário Antonio Koury o reconhecimento por sua conduta honrada e humana, paixão pelo Direito, pela Justiça e pela Literatura. Ao lado do desembargador José Maria Teixeira do Rosário, vice-presidente e corregedor, comandará o TRE do Pará no biênio 2023-2024.

O amor filial do desembargador comoveu a todos, porquanto Leonam Gondim da Cruz foi um advogado que atuou com destaque nas várias áreas do Direito, inclusive no Júri, desde as comarcas do interior do Pará até perante o Supremo Tribunal Federal. Conselheiro estadual e federal da OAB por diversos mandatos, presidiu a Comissão de Ética e Disciplina e foi o primeiro diretor do jornal O Advogado, além de primeiro reitor da Escola Superior de Advocacia. Defensor incansável dos direitos humanos, mobilizou entidades de todo o planeta até obter a declaração de inocência e libertação do santareno Sebastião Hoyos, preso injustamente na Suíça. Contista, poeta, orador, conferencista e jornalista, o pai do desembargador, um dos intelectuais mais brilhantes do Pará, respeitado e admirado por todos, foi membro da Academia Paraense de Letras, da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense Literária Interiorana, da Associação Paraense de Escritores e da Ordem Internacional de Ciências.

“Minha mãe sempre dizia que quem cuida da semente tem sempre boa colheita. A semente aqui foi plantada pelo meu pai que integrou esta Corte Eleitoral por oito anos, representando a nossa querida OAB, na qualidade de jurista. Por isso, este momento para mim é inexplicável. Estar presidindo o tribunal do qual meu amadíssimo pai fez parte é algo que ficará marcado para o resto da minha vida”, pontuou o novo presidente, que, seguindo os passos de seu pai, declaradamente seu herói, é também escritor, poeta, ensaísta, contista e fabulista, com diversos livros publicados, e membro da Academia Paraense de Letras.

Em sua despedida, a desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento saudou os novos dirigentes e fez questão de destacar e agradecer o trabalho do quadro técnico do TRE. O juiz eleitoral Edmar Pereira, orador oficial da solenidade, relembrou a trajetória do desembargador Leonam Cruz Jr. desde a infância até chegar à presidência do Tribunal, inclusive suas façanhas futebolísticas que o fizeram conhecido como “Leonam Maravilha”.

O procurador regional eleitoral, José Augusto Potiguar, tocou em pontos fundamentais ao enfatizar o pioneirismo da desembargadora Luzia Nadja, que percorreu todo o território paraense verificando as condições de cada comarca, de modo a garantir a lisura do pleito e o exercício pleno da cidadania. “A Justiça Eleitoral precisa estar onde a comunidade está e esse é o perfil do novo presidente, inclusive como escritor, assim como a presença da serenidade, fortaleza e honestidade, essenciais para presidir esta Corte Eleitoral”, asseverou.

O presidente da OAB-PA, Eduardo Imbiriba, usou a tribuna e fez um vigoroso pronunciamento em favor da Democracia. A vice-presidente, Luciana Gluck Paul; o presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-PA, Diogo Condurú; e o membro honorário vitalício e conselheiro federal, Alberto Campos, também prestigiaram a posse. Era um momento de celebração para os advogados. O desembargador Leonam Gondim da Cruz Jr. é oriundo do Quinto Constitucional da OAB-PA.

Leonam Cruz deixou clara a importância da mulher para a política no país, e o dever que a Justiça Eleitoral tem de garantir o direito à representação feminina, combatendo e punindo as fraudes e a violência política que atinge principalmente as mulheres que se candidatam. Seu pronunciamento foi uma verdadeira ode aos direitos fundamentais, à justiça e à paz. Ao saudar a ex-governadora Ana Júlia Carepa, lembrou o gesto paterno de libertar sindicalistas de cárcere privado no Sindicato dos Bancários, na época presidido por Carlos Levy, e que foi alçado ao desembargo quando ela era a governante. Quebrando o protocolo, como é seu estilo, o presidente do TRE-PA fez menção especial ao desembargador Mílton Nobre, e à falta que ele faz no TJPA, bem como o desembargador Ronaldo Valle, por terem se aposentado. Ambos estavam presentes. Leonam também mencionou de modo especial o desembargador Romulo Nunes, salientando que se inspira nele, e fez questão de cumprimentar magistrados e magistradas que estavam na cerimônia. Ao encerrar o discurso, ele leu um poema em homenagem a seu pai, enternecendo a todos, principalmente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que perdeu a mãe recentemente.

A mesa oficial foi composta pelos juízes membros da Corte Eleitoral; procurador regional eleitoral, José Augusto Potiguar; governadora em exercício, Hanna Ghassan Tuma; desembargador Romulo Nunes, decano e presidente em exercício do Tribunal de Justiça do Pará; presidente da Alepa, deputado Chicão; prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues; conselheira Lourdes Lima, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Pará; conselheira Rosa Egídia Crispino Calheiros Lopes, presidente eleita do TCE-PA; subprocuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Pará, Ubiragilda Pimentel, representando o procurador-geral de Justiça, César Mattar Jr.; presidente da OAB-PA, Eduardo Imbiriba de Castro; Comandante Militar do Norte, general de Exército Ricardo Ferreira Costa Neves; e Edy Lamar de Oliveira, presidente da Associação dos Escritores e Jornalistas do Brasil e membro da Academia Paraense de Letras.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *