Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Ecodesenvolvimento tecnológico

Na próxima terça-feira, 21, o NIT do Museu Goeldi, que
coordena a Rede Namor (Rede de Núcleos de Inovação Tecnológica das Instituições
da Amazônia Oriental), divulga edital do Programa Natura Campus, da empresa Natura, sediada no Pará, que vai acolher
projetos de ecodesenvolvimento e cooperação em diferentes áreas de pesquisa.
Esta é a primeira experiência, de várias que serão promovidas,
trazendo a empresa para dentro do Museu Goeldi para um diálogo aberto com os
pesquisadores interessados em apresentar projetos. Fazer esta mediação é papel
dos Núcleos de Inovação Tecnológica e um dos objetivos para os quais foram
criados dentro das Instituições de Ciência e Tecnologia.
Os projetos devem contemplar áreas de investigação como
Cultura e Sociedade; Conservação e Biodiversidade; Florestas e Agricultura; e
Design de Produtos e Processos. Lançado em 2006, o Programa Natura Campus é um
espaço de construção de redes de inovação da empresa com a comunidade
científica e serve como instrumento de estímulo de produção de conhecimento, de
inovação e de geração de novos negócios, com base sustentável a partir do uso
de produtos da sociobiodiversidade da região amazônica.
O evento será na forma de bate papo, de
9h às 10h, no Auditório Paulo Cavalcante, no Campus de Pesquisa do Museu, na
Av. Perimetral, 1901, em Belém. Vejam a programação completa aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *