0

O jogador Nicolas, camisa 11 do Paysandu, criticou duramente o gramado do Diogão, em Bragança (PA), onde o Caeté mandou o jogo desta quarta-feira.

“Hoje eu não queria falar de futebol, quero falar da incompetência dos profissionais que liberam um gramado como esse. A comunidade de Bragança não merece um espetáculo desses aqui. A sociedade paraense não merece ver um jogo de futebol com um dos maiores clubes do Norte do país jogando em condições desumanas, com um horário como esse. É pura incompetência liberar um campo desses. Acredito que os atletas do Bragantino, do Caeté e do Paysandu estão muito mais propícios a lesões graves. Acho que as pessoas deveriam prestar um pouco de atenção, valorizar o futebol do Norte e incentivar – fulminou, em entrevista à TV Cultura.

As reclamações sobre o gramado do estádio são antigas. Os bragantinos e visitantes merecem providências.

Assistam à entrevista.

Batuque da Matinta na Estação das Docas

Anterior

Unama e Prefeitura concedem bolsas de estudo a mulheres

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *