Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Dicas de civilidade para quem tem cão

Veja quatro dicas para que seu cão não seja odiado pelos vizinhos:

Recolha as fezes – É algo óbvio, mas que muitas pessoas ignoram. A regra é simples: quando seu cão fizer cocô na rua, recolha imediatamente. Ande sempre com um saquinho quando levar o cachorro para passear. E isso também vale para sua casa: evite deixar as necessidades de seu cão muito tempo no quintal ou na área de serviço, porque o cheiro ruim incomoda todo mundo. 

Evite latidos em excesso – Os cachorros se comunicam através dos latidos, mas isso não significa que eles precisam latir o dia inteiro sem parar. Por exemplo: se seu cachorro sofre de ansiedade da separação e fica latindo quando você sai de casa, é possível ajudá-lo a superar esse problema. Outro exemplo são cães que latem demais porque estão cheios de energia para gastar e a solução é passear e brincar mais com ele. 

Não permita que seu cão saia sem coleira e guia – Soltar o cachorro na rua para fazer cocô ainda é um hábito de muitas pessoas. Além de ser uma falta de civilidade, o cão pode ter reações diferentes quando se sente acuado ou ao encontrar pessoas diferentes, crianças e outros animais. Mesmo que seu cachorro não seja dado a fugas, sempre o leve usando a guia. 

Respeite as regras – Se você mora em condomínio, respeite a convenção e o estatuto. Alguns lugares exigem que animais utilizem o elevador de serviço ou que sejam carregados no colo, por exemplo. 

Fonte: http://www.secovirio.com.br

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *