Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

O juiz federal Henrique Jorge Dantas da Cruz condenou a União e o Estado do Pará à obrigação de fornecer Cerliponase Alfa (Brineura®) a uma criancinha de quatro anos durante todo o período de tratamento, sem interrupção. O remédio deverá…

A Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa aprovou à unanimidade, hoje (15), as contas do governador Helder Barbalho relativas ao exercício de 2020. Conforme o relatório do presidente da CFFO, deputado Igor Normando (MDB), a receita bruta…

Desdobramentos da luta em prol da hidrovia

O
ofício do presidente da CDP, Carlos Ponciano da Silva, ao presidente da Frente
Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Mineração no Estado do
Pará, deputado Raimundo Santos(PEN), alertando para “indícios de que a CVRD não
mais retomará o projeto do Complexo Siderúrgico de Marabá, ou pelo menos não
mais o retomaria na sua concepção original
” e que “já prospera na Casa Civil e
no Ministério do Planejamento, sob as bênçãos da Empresa de Projetos e
Logística, diga-se Dr. Bernardo Figueiredo, a ideia falaciosa de que a realização
do trecho da Ferrovia Norte-Sul, entre Açailândia (MA) e Barcarena (PA)
tornaria desnecessária a realização do derrocamento do Pedral do Lourenço na
hidrovia do Tocantins
”, publicado em primeira mão aqui no blog, continua rendendo.
A ex-governadora Ana Júlia Carepa(PT), o
deputado Cláudio Puty, vice-líder do PT na Câmara dos Deputados e o deputado Beto
Faro, coordenador da bancada federal do Pará, pediram audiência à ministra Míriam
Belchior para tratar da viabilização da hidrovia Tocantins/Araguaia, que é de interesse estratégico nacional, eternamente
prometida e nunca resolvida.
Leiam a íntegra da carta enviada por Ana
Júlia à ministra e publicada em seu blog.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *