O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

“Depois da Chuva” no Theatro da Paz

Tereza & Aryane Fotografia

A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, que neste ano completa 20 anos, tem recebido convidados em suas apresentações mensais, como a pianista Maria Helena Elias e a maestrina Cibelle Donza, primeira mulher que regeu a OSTP.  No espetáculo “Depois da Chuva”, neste sábado, 16, às 20h, reviverá o cenário da fundação de Belém, com os bailarinos do Centro de Dança Ana Unger

O espetáculo fará alusões às lutas travadas entre os índios Tupinambá e colonizadores; a Cabanagem; a fé e religiosidade do povo; a imigração; a Belle Époque e a trajetória de Anna Pavlova, bailarina russa que se apresentou no Theatro da Paz em 1918 e representou um momento de grande efervescência cultural na cidade.
O concerto mostrará, ainda, grandes nomes da música parauara, como Wilson Fonseca (maestro Isoca), Waldemar Henrique, 
Luiz Pardal, Araújo Pinheiro e Salomão Habib, além de composições como La vie parisienne, de Jacques Offenbach e Le Cygne, de Saint-Saëns. 
As pianistas Adriana Azulay e Ana Maria Adade e os violonistas Salomão Habib e Alexandre Negrão serão os solistas da noite de gala. Para o maestro Miguel Campos Neto, regente titular da OSTP, a parceria contribui para o intercâmbio entre música e dança e soma experiência para ambos. 

Aproveitem que a entrada é gratuita, com distribuição de ingressos a partir das 9h do dia do evento.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *