0

Na manhã desta sexta-feira (18), na Câmara Municipal de Marabá, haverá uma audiência pública sobre temas de grande relevância, entre os quais a criação do curso de Medicina na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, a implantação do Hospital Universitário e a criação do Instituto Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Já confirmaram presença o reitor da Unifesspa, professor doutor Francisco Ribeiro (foto); o deputado federal Airton Faleiro; o deputado estadual Dirceu Ten Caten; o prefeito de Marabá, Tião Miranda; a prefeita de Rondon do Pará, Adriana Andrade de Oliveira; o superintendente do Ministério da Saúde no Pará, Delcimar de Sousa Viana; a diretora geral do Instituto Federal de Marabá – Campus Rural, professora doutora Maria Suely Gomes; a secretária de Educação Superior do Ministério da Educação, Denise Pires de Carvalho, que participará de forma remota, representando o Ministro da Educação Camilo Santana; e o bispo diocesano de Marabá, Dom Vital Corbeline. O vereador Marcelo Alves representará o presidente da Câmara Municipal de Marabá e conduzirá a audiência.

A Unifesspa está elaborando o Projeto Pedagógico do Curso de Medicina com auxílio de profissionais da Faculdade de Medicina do Campus Universitário de Altamira da UFPA, bem como da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre. Há, ainda, a previsão de uma visita da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas a Marabá, no mês de setembro. Essa comissão é a responsável pelo monitoramento da implantação e oferta satisfatória dos cursos de graduação em Medicina nas instituições federais de educação superior. É de competência da CAMEM acompanhar, em contato permanente com a Universidade, a implantação e o desenvolvimento do curso até a emissão do ato de reconhecimento e indicar ao MEC.

Para a implantação do curso de Medicina, neste momento, a Unifesspa necessita da liberação de novas vagas para docentes, técnicos administrativos e também de recursos destinados a investimento.

Desembargador do TRT8 concorre a vaga no CNJ

Anterior

CME outorgará Comenda Paulo Freire ao prefeito de Belém

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *