Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Corporativismo nefasto

As grandes construtoras, responsáveis por boa parte do faturamento dos jornais do Estado, estão fechando o cerco: mandaram retirar seus anúncios das páginas dos diários. A pressão para “amansar” o noticiário sobre a tragédia do Real Class na 3 de Maio está pesada e pode acabar interferindo na linha editorial não só dos jornais como das emissoras de rádio e TV. A coisa funciona na base do dá ou desce: ou silencia, ou não há como pagar os jornalistas e demais profissionais e a empresa não aguenta.
Está em jogo a liberdade de imprensa, que não pode se calar sob pena da sociedade ficar à mercê dos interesses dos poderosos, que se acostumaram a controlar tudo e todos. É uma violência à democracia, não podemos retroagir na História, e a blogosfera neste momento é de importância crucial para exercitar o direito de livre expressão do pensamento, garantido na nossa Constituição Federal. Tomemos uma atitude cidadã.
Vamos ver até onde essa corda estica

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *