Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Coro Carlos Gomes faz concertos sacros

Cumprindo uma tradição que já dura 18 anos, o Coro Carlos Gomes, da Fundação Carlos Gomes, faz hoje às 20h, na igreja de Santo Alexandre, em Belém, Concerto Sacro. No próximo dia 19 o espetáculo será reapresentado na igreja de Nossa Senhora de Aparecida, também às 20h. Aproveitem que é tudo gratuito.

No elenco, as sopranos Clíssia Édera, Ione Carvalho, Regiane Freire, Simienny Susann, Marianne Lima e Priscila Cunha, contraltos Denise Santos, Emanuele Monteiro, Rita Cavalcante, Rita Piedade, Sasha Fergusson e Silvio Rodrigues; tenores Édson Ferreira, Flávio Silva, Marcos André,  Rodolfo Santana e Otávio Felipe;  Baixos Amílcar Gomes, Clécio Danilo, Eliabe Faro, Dion Santos, Jessé Pinon e Davi Marques. A regência é da maestrina cubana Maria Antonia Jimenez, que há décadas adotou o Pará.

O Coro Carlos Gomes foi formado em abril 1995 pela maestrina Maria Antonia Jimenez. Seus integrantes são alunos, ex-alunos, formandos e professores do Conservatório Carlos Gomes.
Desde sua constituição até hoje, participa ativamente dos mais importantes eventos musicais no Pará, no Brasil e no exterior. Com seis performances premiadas em concursos internacionais, em 2008 ganhou medalha de ouro e de prata nas Olimpíadas Mundiais de Coros em Graz, na Áustria (mais de 400 coros de 92 países participantes); em Roma – Camerino, Itália, em 2002, ganhou medalha de ouro no concurso Orlando Di Lasso. Recebeu, ainda, medalha de bronze no festival de música sacra em Atenas e Preveza, na Grécia, em 2006. Em maio de 2010, fez concerto no Palácio do Itamaraty em Brasília no projeto mesa redonda, encontro entre Brasil e Rússia, e em novembro de 2010, participou do 27° festival e concurso Franz Schubert em Viena, na Áustria, sendo premiado com medalha de ouro na categoria coro de câmera com peça de confronto e medalha de prata na categoria de música sacra. 

O repertório do Coro é eclético, abrangendo todos os estilos da música coral erudita tanto à capela quanto sinfônico coral e interpretando também música popular, folclórica e contemporânea. Prepara-se para lançar seu 3° CD solo, “Cantares”. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *