O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Coren-PA denuncia hospital de Juruti


Enfermeiros fazendo sutura e auxiliando em
cirurgias e partos, falta de profissionais de saúde para atender a demanda da
população, número reduzido de médicos e apenas um enfermeiro trabalhando no
horário noturno para atender todos os pacientes. Essas foram algumas das
irregularidades constatadas hoje pelo Conselho Regional de Enfermagem do Pará no
Hospital Municipal de Juruti.
A fiscalização foi feita com apoio da Polícia
Federal, já que em setembro do ano passado a equipe do Coren foi intimidada
pela secretária municipal de Saúde, Ana Márcia Cunha de Oliveira, e o caso foi até
denunciado ao Ministério Público Federal, que determinou a presença da PF em
nova inspeção.
Todos esses problemas já tinham sido verificados,
mas desde 2012 quase nada mudou. “Os enfermeiros foram orientados a continuar
fazendo os mesmos serviços, o que é ilegal”, relata a conselheira do Coren/PA, Alessandra Carvalho.
A coordenadora de Enfermagem do hospital teve
que ser notificada a apresentar toda a documentação para o conselho, que só
depois de examinar tudo é que decidirá quanto a um Termo de Ajustamento de
Conduta mediado pelo Ministério Público, que poderá evoluir para Ação Civil
Pública do MPF contra a Secretaria de Saúde de Juruti.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *