A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

A Lei estadual nº 9.278/2021, que entrou em vigor em 30 de junho deste ano, instituindo a obrigação de que pessoas residentes em condomínios, conjuntos habitacionais e similares comuniquem à Polícia Civil, de forma imediata, qualquer tipo de agressão praticada…

Clube do Remo tem que abrir a caixa preta

O Clube do Remo, tão amado por sua torcida, continua às voltas com sérios problemas, tanto administrativos quanto de desempenho em campo. As duas chapas que estão em campanha, ao invés de se unirem em torno dos interesses que deveriam ser únicos, ficam se digladiando ferozmente, numa disputa que em nada engrandece o esporte. Aldebaro Klautau, um desportista respeitadíssimo que já deu muitas contribuições e  cuja história de vida fala por si, poderia ajudar muito na comissão eleitoral. Mas, pacifista por excelência, ele desistiu diante do clima beligerante que domina as duas chapas. Na eleição do último dia 8, a oposição, liderada por Pedro Minowa e Henrique Custódio, venceu a situação, de Zeca Pirão e Marco Antonio Pina. O pleito foi anulado e o mandato de Pirão estendido. Minowa, inconformado, acionou o Judiciário para derrubar as decisões. 

Imprescindível é que se apresente às claras quanto, afinal, é o montante da dívida do Remo, com todo o seu detalhamento. Quem, quando, onde, como e por que. Não dá para entender o porquê de essa informação ser guardada a sete chaves.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *