0

Nesta sexta-feira (14), os três pratos mais votados de cada feira participante do Circuito Rango de Feira serão anunciados, dentro da programação alusiva ao aniversário de 406 anos de Belém. Os feirantes receberam capacitação, elaboraram receitas especiais e disponibilizaram os pratos para avaliação do público, que vai decidir, juntamente com um júri especializado, composto por chefes de cozinha, cozinheiros e influenciadores digitais os melhores rangos, considerando elementos como organização, higiene, sabor, textura e aroma, entre outros. A somatória das notas vai determinar os três melhores pratos das feiras de Icoaraci, Benguí, Pedreira, 25 de Setembro, Cremação e Ver-o-Peso.

As receitas que compõem o concurso estão disponíveis tanto de forma presencial, nos boxes de cada feirante, como podem ser pedidas pelos clientes por meio de aplicativos de entrega em domicílio. Os pratos, seus respectivos criadores e os contatos para entrega estão sendo divulgados nos perfis dos jurados e nos do Circuito, no Instagram e Facebook, onde qualquer pessoa também pode dar a sua nota para os pratos, deixando comentários na foto. Cada nota será somada às notas dos jurados que percorrem as feiras desde a segunda (10) até esta quinta-feira (13), degustando tudo.

Os jurados são Leona (@leonaoficial), João Takahashi (@eguataka), Trisha Guimarães (@acasacomoelae), Keila Gentil (@tremekeila), Marcos Médici (@mediciland), o embaixador do projeto, chef Léo Modesto (@leomodestoz5), o júri técnico Ângela Sicília (@angelasicilia) e Nazaré Reis (@asnegonasoficial) e as do Circuito, @rangodefeirabelem e @rangodefeiracardapio (Instagram) e rango.de.feira.belem (Facebook).

“Eu realmente amo a gastronomia, trabalho com todo o meu amor. E esta é uma oportunidade excelente de mostrar a nossa comida, a variedade dos nossos ingredientes e o nosso talento. Participar de um concurso como este aquece o coração da gente”, diz a feirante Rosiane Silva, há 28 anos trabalhadora do Ver-o-Peso, complementendo que, “independentemente do resultado, quero que a nossa feira seja cada vez mais visitada e que as pessoas venham provar a comida de feira, que tem muita qualidade”.

Quem costuma frequentar as feiras em busca de comida boa e preços acessíveis tem os seus favoritos. É o caso do feirante Manoel Araújo, 69 anos, que trabalha no Mercado Municipal do Benguí. Todos os dias ele dá uma escapadinha da sua barraca para almoçar a sopa de carne com legumes oferecida pela colega e cozinheira Mônica Cristina, 36 anos, do Box “Sopão Deus é Fiel”, onde atua há três anos. “Eu trabalho com café da manhã e almoço, refeições variadas, mas a sopa é o carro chefe, principalmente aos finais de semana”, conta a boieira. “Eu não perco um dia. Ela sabe que tem que deixar o meu reservado”, frisa o seu Manoel, que torce pelo sucesso do prato de Mônica no Circuito Rango de Feira.

O concurso gastronômico tem patrocínio do Instituto Cultural Vale e da Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Economia (Secon), e apoio do Governo do Estado, via Secretarias de Estado de Cultura (Secult) e de Turismo (Setur).

Vovó Julia cassou Santa Joana D’ Arc

Anterior

Entidades cobram apuração de chacina de ambientalistas

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *