O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Circuito Paraense do Artesanato

O Circuito Paraense do Artesanato e a IV Feira Estadual do Artesanato, lançado ontem à noite na Praça da Estrela, em Castanhal, onde fica até o próximo dia 25, reúne documentários que mostram a trajetória de grandes mestres paraenses e o todo o processo de elaboração das peças. Cerca de 200 artesãos de quinze entidades de diversas regiões do Estado, como a Associação dos Artesãos dos Brinquedos de Miriti de Abaetetuba, participam do evento. Nas oficinas de brinquedos a procura está sendo tão grande que os instrutores estão precisando de reforço no estoque de garrafas pet, latas de leite e de ervilha ou similares. Muitas crianças que não têm brinquedo querem participar de todas as oficinas e saem cheios de brinquedinhos criativos. Quem puder doar esse material vai fazer muitos pequeninos felizes.

Em Santarém o Circuito e a Feira serão realizados de 12 a 16 de novembro e em Belém de 12 a 20 de dezembro, com características de evento internacional. Dados do Instituto de Gemas e Jóias da Amazônia (Igama) mostram que o mercado do artesanato paraense cresceu 28% em 2014. O setor segue em alta também neste ano, que já contabiliza um crescimento de 20% só no primeiro semestre. Para se ter ideia de quanto o saldo tem sido positivo no Estado, o comércio varejista brasileiro, onde está incluído o setor de artesanato em âmbito nacional, cresceu 2,8% durante 2014. 

O Pará tem 2.533 artesãos cadastrados, mas há muito mais pessoas envolvidas nessa atividade. Seja pela distância ou pela falta de informação, esses profissionais não participam de eventos ou feiras. O desafio do governo do Estado é fazer com que também sejam incluídos na cadeia de produção, conhecimento e fortalecimento do patrimônio cultural do Estado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *