A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

César Mattar reeleito em chapa única PGJ

Pela primeira vez em 131 anos, os membros do Ministério Público do Pará reelegeram em chapa única o Procurador-Geral de Justiça para o biênio 2023-2025 e a composição do Conselho Superior do Ministério Público do Pará para o mandato de 1/1/2023 a 31/12/2024. César Mattar Jr. teve 308 votos, 9 em branco. Para a promotora de justiça Ana Maria Magalhães, a primeira mulher a chefiar o Gaeco (Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado), isso reflete a união da classe em torno de um projeto político institucional de verdadeira transformação em termos de planejamento estratégico visando o exemplar desempenho das atividades ministeriais.

“Em apenas um ano e sete meses de gestão, a determinação, o conhecimento e o preparo de administrador técnico e humano de César Mattar levaram-nos a avanços nunca vivenciados no MPPA, gerados pelos investimentos estratégicos em tecnologia de ponta, modernização de setores fundamentais e valorização dos membros e servidores. Foi nessa proposta de gestão moderna e humana que votamos em duas ocasiões, mas que somente na segunda oportunidade fomos honrados pela autoridade que tem o poder de escolha entre três de uma lista”, sustentou Ana Maria Magalhães, aduzindo que “votar é um direito e um poder de exigir que o nosso candidato único tem a oferecer: sua força de vontade e sua capacidade ímpar de transformar o que era mero sonho em realidade”.

O presidente da Comissão Eleitoral, procurador de justiça Geraldo de Mendonça Rocha, acompanhado pelos demais integrantes da CE, procuradora de justiça Dulcelinda Lobato Pantoja (membro) e promotora de justiça Joana Chagas Coutinho (secretária), anunciou o resultado cinco minutos após o encerramento da votação, às 16h. O total de 325 membros, entre promotores e procuradores, estava apto a votar em todo Estado, e 317 membros votaram.

“Hoje, o sentimento é de gratidão e reconhecimento de que o trabalho levado a efeito, até aqui, está surtindo os frutos desejados. Mas também um sentimento de responsabilidade. Minha recondução faz com que nós tenhamos em mente a necessidade de continuar e de duplicar os nossos esforços e o nosso empenho para manter o Ministério Público pujante,  nessa magnífica obra de arquitetura que é a nossa instituição em todo o País. Assumi, agora há pouco, compromisso público de deixar, ao cabo dos próximos dois anos, um Ministério Público atuante, interiorizado e mais estruturado e, acima de tudo, assumo o compromisso de fortalecer a atuação da nossa instituição na área dos direitos humanos e fazer com que a sociedade tenha no Ministério Público, verdadeiramente, um esteio que corresponda aos mais legítimos anseios dela que é a primeira e a última destinatária dos nossos préstimos”, disse o PGJ reeleito em seu primeiro discurso.

O prazo para interposição de recursos é até sábado (3). Não sendo oposto recurso, o nome de César Mattar Jr. será encaminhado ao governador Hélder Barbalho, para nomeação. A eleição para o Conselho Superior também teve participação maciça dos membros: 316 eleitores participaram da escolha dos procuradores de justiça que irão compor o CSMP a partir de janeiro de 2022.

Foram eleitos para o Conselho Superior @s procurador@s de Justiça Marcos Antônio Ferreira das Neves (212 votos); Cândida de Jesus Ribeiro do Nascimento (189 votos), Rosa Maria Rodrigues Carvalho (146 votos); Francisco Barbosa de Oliveira (145 votos); Nelson Pereira Medrado (143 votos); Hamilton Nogueira Salame  (142 votos), suplente; Maria do Socorro Martins Carvalho Mendo (103 votos), suplente; Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves (96 votos), suplente; Leila Maria Marques de Moraes (74 votos), suplente; e Luiz Cesar Tavares Bibas (52 votos), suplente.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Que o Dr Cezar Mattar possa dar sequência ao grande trabalho que vem realizando.
    A reeleição em chapa única é a prova incontestável da vontade expressa nas urnas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *