Na terça-feira da semana passada (19), quando estava em votação no plenário da Assembleia Legislativa projeto de Indicação de autoria da deputada Professora Nilse Pinheiro transformando o Conselho Estadual de Educação em autarquia, detentora de autonomia deliberativa, financeira e administrativa,…

A desgraça sempre chega a galope, mas tudo o que é bom se arrasta indefinidamente no Brasil, o país dos contrastes e contradições, rico por natureza, com poucos bilionários e povo abaixo da linha da pobreza. Parece inacreditável, mas tramita…

O prefeito de Oriximiná, Delegado Willian Fonseca, foi reconduzido ao cargo pelo juiz titular da Vara Única daComarca local, Wallace Carneiro de Sousa, e literalmente voltou a tomar posse nos braços do povo. Era por volta do meio-dia, hoje (26),…

A equipe multidisciplinar do centro obstétrico da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, em Belém (PA), vivenciou uma experiência rara e emocionante: o parto empelicado. Imaginem um bebê nascendo dentro da placenta intacta, com os movimentos visíveis, praticamente ainda…

Casos reais e modelos no livro sobre crimes cibernéticos

Foi muito prestigiada a tarde de autógrafos, hoje, da jovem delegada Beatriz Silveira Mileo Brasil. Várias gerações de delegados de polícia, advogados, estudantes de Direito, empresários e outros profissionais liberais garantiram um exemplar de seu livro” Manual de Investigação Cibernética: à Luz do Marco Civil da Internet”, tema que ainda tem muito a ser explorado e suscita interesse geral.

A obra relata casos reais, trata de WeChat(aplicativo para mensagens e chamadas gratuitas) e preservação de evidência on line, exclusão de viral em aplicativos, procedimentos a serem adotados por vítimas ou seus representantes, e oferece até modelos de peças como representação para afastamento de sigilo de registro de acesso a aplicações da internet, certidão para a preservação de conteúdo exposto em App de troca de mensagens instantâneas e requerimento para a lavratura de Ata Notarial para a constatação de um fato na internet, entre outros.

Beatriz é pós-graduada em Políticas Públicas e Gestão em Defesa Social e mestra em Defesa Social e Mediação de Conflitos, e atua como assessora especial de Inteligência e Segurança Corporativa na Secretaria de Estado de Meio-Ambiente e Sustentabilidade do Pará. Foi pioneira na direção da Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos da Polícia Civil do Pará e já é condecorada com as medalhas Evanovich de Investigação Policial e do Mérito Policial Civil, pelo êxito em investigações complexas com repercussão nacional. 

A obra foi redigida em parceria com o delegado Alessandro Barreto, pós-graduado em Direito, diretor da unidade do Subsistema de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Piauí e também coautor do livro “Inteligência Digital”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *