A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Caso Alepa

O promotor de justiça Arnaldo Célio da Costa Azevedo protocolou hoje, perante a 12ª Vara Criminal de Belém, medida cautelar pedindo a quebra do sigilo fiscal, bancário e sequestro de bens móveis e imóveis de 26 envolvidos nas fraudes da folha de pagamento da Alepa. A intenção é rastrear o caminho do dinheiro desviado, resgatá-lo e devolvê-lo ao erário.
Uma nova denúncia criminal deverá ser oferecida na semana que vem, após o encerramento da análise documental que está sendo feita pelo Ministério Público do Estado. Desta vez será incluído o ex-deputado Domingos Juvenil, que presidiu a Alepa durante os últimos quatro anos.
Deverão ter os sigilos fiscal e bancário quebrados, com sequestro de bens, Daura Irene Xavier Hage (funcionária efetiva da Alepa), Elzilene Maria Lima Araújo (servidora comissionada), José Robson do Nascimento (o ex-deputado estadual Robgol), Rosana Cristina Barleta de Castro (chefe do controle interno), Sérgio Duboc Moreira (ex-diretor financeiro), Mileny Vânia Carneiro Rodrigues (servidora comissionada), Maria Genuína Carvalho de Oliveira (ex-diretora financeira), Edmilson de Souza Campos (ex-chefe de gabinete Civil da Presidência da Alepa), Semel Charone Palmeira (ex-chefe de Gabinete Civil da Alepa), Jorge Moisés Caddah (ex-servidor comissionado); Danielle Naya Xavier Hage (filha de Daura Hage, residente em Recife, que consta na folha de pagamento da Alepa); Larissa Rebeca Hage Paraense, Adailton dos Santos Barboza (ex-funcionário, que recebia contracheques de fantasmas); Romero Pereira da Silva; Jucimara Henrique do Nascimento, Maria Margarete Nascimento Silva; Kelly Karina Nascimento Silva; Maria Robervânia Matias Lima Nascimento, Romulo Augusto da Silva e José Marcos Nascimento (parentes de Robgol que constavam na folha de pagamento da Alepa com valores indevidos); Elzilene Maria Lima Araujo; Francisco Luzinor Araujo e Francisco Neuzitor Lima Araujo (irmãos de Elzilene Araújo, que constavam da folha de pagamento da Alepa com valores indevidos); Amaury Martins Palmeira, Therezinha de Jesus Guimarães Palmeira e Maria Evanilda Martins Palmeira (marido, avó e sogra de Semel Charone).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *