0

É nesta sexta-feira, 15, o lançamento do documentário “Casa Ribalta – o nascimento de uma cidade nova”, do cineasta Alexandre Baena, às 18h, no Theatro da Paz.

Alexandre conta a história de uma companhia de dança que completa trinta anos em janeiro de 2024 e começou em uma casa de família, no conjunto habitacional da Cohab em Ananindeua (PA). No início a Casa Ribalta agregava a juventude e as crianças do entorno, como alternativa artística para quem morava na Cidade Nova. A casa que é a sede até hoje da companhia foi entregue em 1984, mesmo ano do nascimento de Mayrla Andrade, atual diretora artística, cofundadora da Casa Ribalta e filha da idealizadora da Companhia, Marlene Andrade Ferreira.

O documentário narra a história da Ribalta e mostra os frutos sociais desse projeto, que já tem bailarinos fazendo sucesso nacional e internacional. “Realizamos gravações na Argentina, com um bailarino que hoje faz parte do corpo permanente de balé do teatro La Plata”, relata Alexandre Baena, adiantando que o público terá a oportunidade de conhecer a história de vida e superação das idealizadoras da companhia, passando da avó Maria para Marlene e Mayrla, mãe e filha, uma história de amor absoluto pela dança.

“Uma casa que iria beneficiar somente uma família acabou virando missão de vida para três mulheres da mesma família, que através da dança deram ocupação e ofício para centenas de crianças e jovens, mudando vidas, revelando grandes profissionais, bailarinos e professores”, revela o cineasta.

A Casa Ribalta acumula premiações por todo o Brasil e é a escola de dança com maior longevidade em atividade no município de Ananindeua.

O documentário tem o patrocínio do Governo do Estado do Pará, através da Secretaria de Cultura (Secult PA). Realização Iamazul e Ribalta Companhia de Dança, com a Coprodução Led Produções e MAB Comunicação.

Uma história leva à outra, n° 4

Anterior

Gaudens ganha dois prêmios em Londres

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *