Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o 25 de novembro Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher. Passados 22 anos, os dados do 14° Anuário Brasileiro de Segurança Pública são aterrorizantes: por…

Cametá, terra do mapará com açaí e do carnaval antigo


Bom dia, amigos, linda e abençoada quarta-feira a todos nós! Gratidão pela vida! E vamos que vamos! Na foto de Sidney Oliveira, Cametá, cidade histórica do Pará, às margens do rio Tocantins, terra dos notáveis, do mapará com açaí e do carnaval antigo. A palavra “Cametá” é de origem Tupi e deriva de “Cáa” (mato floresta) e “Mutá” ou “Mutã”, espécie de degrau instalado em galhos de árvores feitos pelos índios para esperar a caça ou para morar. Segundo o historiador Carlos Roque, o significado literal de Cametá é “degrau no mato”. 

Atribui-se a Frei Cristóvão de São José, um frade capuchinho, a fundação do primeiro povoado, por volta de 1620, que deu origem ao município. 

Cametá teve papel destacado na História do Pará. Foi de Cametá que o Dr. Ângelo Corrêa seguiu para Belém, atendendo ao chamado do governo Cabano chefiado por Antônio Vinagre, a fim de assumir a presidência da província, mas após uma série de desentendimentos não pôde tomar posse no cargo e retornou a Cametá, onde tomou assumiu o governo perante a Câmara Municipal. Assim, por breve período, Cametá foi a sede da Província, durante a Cabanagem.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *