O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Calote nas emendas atravanca pauta da Alepa

Os líderes de partidos com assento na Alepa decidiram ontem não
votar mais qualquer projeto de interesse do governo do Estado, até que o
governador Simão Jatene cumpra o atendimento das demandas conforme prometeu em
encontro com todos os 41 deputados estaduais. Ontem à tarde, a reunião da
Comissão de Constituição e Justiça foi cancelada e deu lugar a outra, em que
houve a deliberação pela obstrução da pauta.
As emendas parlamentares funcionam no Pará de modo diferente da Câmara
Federal. Aqui, trata-se de convênios para execução de obras e serviços nos
municípios apontados pelos deputados. O caso é que nenhuma delas foi
concretizada até agora e, com a cobrança generalizada, foi negado o
cumprimento, sob a alegação de que a lei eleitoral não permite. Os deputados
ficaram, é claro, fulos da vida, até
porque todo mundo sabe que este é um ano eleitoral, e sentiram-se ludibriados
por Jatene.
Pressionado, o procurador geral Caio Trindade fez uma consulta
formal ao TRE-PA, acerca da legalidade da celebração de convênios do Estado com
entidades privadas e sem fins lucrativos (e não entes da Federação), com previsão de contrapartida
financeira, com previsão de contrapartida não
financeira e sem previsão de
contrapartida pelo beneficiado. E também se, em caso de legalidade, pode o
plano o trabalho do convênio contemplar eventual distribuição gratuita de bens,
valores ou benefícios como forma de implementar o objeto pactuado.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *