0

Uma comitiva do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) visitou as Escolas Municipais de Educação no Campo São José e Milton Monte, nas ilhas Grande e do Combu, nesta quarta-feira, 5. A comitiva, acompanhada da secretária municipal de Educação (Semec), Araceli Lemos, e de professores e diretores que atuam na rede municipal, conheceu as vivências, singularidades e desafios do ensino nas escolas das águas e das florestas.

A equipe foi recepcionada com apresentação de mística sobre a água e a Amazônia. No local, a secretária Araceli Lemos detalhou aos visitantes que as escolas das ilhas oferecem até o 9º ano, tendo como proposta de ensino a pedagogia de Paulo Freire.

A mais de vinte minutos de lancha, a comitiva do BID chegou à Escola Municipal de Educação São José, na Ilha Grande e pôde compreender a arquitetura nos moldes de uma escola amazônica com estrutura que possibilita ventilação cruzada. A EMEC São José, inaugurada em maio de 2023, tem cinco salas de aula (uma delas destinada ao Atendimento Educacional Especializado), biblioteca, espaço para recreação, secretaria, almoxarifado, refeitório, cozinha e cinco banheiros, dos quais um é adaptado para pessoas com deficiência.

O professor Joniel Costa explicou as especificidades da educação na Amazônia, com desafios gigantes. “As crianças que são atendidas aqui são ribeirinhas, trabalham com agricultura e extrativismo, chegam de barco. É uma questão econômica e social bem diferenciada da cidade e nós temos que ter sensibilidade para lidar com isso”.

A Escola Municipal do Campo Milton Monte, localizada no Furo São Benedito, na Ilha do Combu, foi reinaugurada em maio deste ano, atende a 136 crianças de 4 a 11 anos, em turmas do Jardim I ao 5º ano, de 13 comunidades ribeirinhas de Belém.

“O BID é um banco de fomento e cooperação e que pode nos ajudar. Todos os investimentos hoje alocados nas nossas escolas do campo, das águas e das florestas, são recursos do município. Quem sabe ao final dessa visita nós consigamos uma cooperação importante que traga ainda mais melhorias para as nossas escolas dessas regiões?”, pontuou a secretária Araceli Lemos.

A visita faz parte do evento que iniciou na segunda-feira, 3, e segue até esta quinta-feira, 6, “Aprendizagens desde a Amazônia: Estratégias inovadoras para transformar a educação na América Latina e Caribe”.

Museu de História e Arte da Vigia

Anterior

Começam as obras no Parque Gunar Vingren

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *