O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

Belém com caso de poliomielite e baixa vacinação

O Instituto Evandro Chagas informou hoje (6) à tarde que recebeu da Secretaria de Estado de Saúde do Pará amostra de fezes de uma criança de 3 anos para pesquisa de Poliovírus. No dia 04 de outubro, o IEC confirmou o resultado positivo por meio do sistema Gerenciador de Amostras Laboratoriais. Feitos o isolamento viral e a caracterização intratípica pelo Laboratório de Enterovírus do IEC, foi caracterizado como o vírus vacinal Sabin Like 3. Em 1994 o Brasil recebeu certificado de erradicação da doença, que é mortal.

A população de Belém sofreu uma epidemia de Poliomielite entre outubro de 1961 e março de 1962. Naquela época, o já renomado internacionalmente Instituto Evandro Chagas recebeu o encargo de isolar e identificar poliovírus a partir de fezes e swabs retais de pacientes com o diagnóstico clínico de Poliomielite ou outras viroses. O IEC também fez testes sorológicos visando detectar anticorpos específicos para esses enterovírus. Isoladas 32 amostras, 27 eram de poliovírus tipo 1, dois do tipo 2, dois do tipo 3 e um de vírus do grupo Coxsackie. Outro fato interessante foi que, a não ser em dois casos provenientes do interior do estado, as crianças acometidas eram todas de baixa idade, variando entre poucos meses e dois anos e meio, o que remete à importância da vacina. Este ano, o período de realização da campanha, que iniciou no dia 8 de agosto e encerraria no dia 9 de setembro, foi estendido até o último dia 30 pelo Ministério da Saúde por causa da baixa cobertura vacinal em todo o país.

Para se ter uma ideia, a cobertura vacinal para poliomielite em Belém, até há poucos dias, era de apenas 18%, e no Estado inteiro, de 28,26%, sendo que a população estimada para receber a vacina, na faixa etária de 1 a 4 anos, é de 563.678 e a meta de cobertura vacinal é de pelo menos 95%.

As Secretarias de Saúde de Belém e dos demais municípios da Região Metropolitana reuniram hoje com a Sespa a fim de traçar um plano de ação e o fluxo de atendimento na prevenção e controle da Poliomielite, com busca ativa e demais estratégias que aumentem o índice de vacinação. Os departamentos de Vigilância em Saúde – que reúne os setores de Vigilância Epidemiológica e Imunização – e de Ações em Saúde (responsável pelo atendimento nas Unidades Básicas de Saúde) definiram os detalhes da campanha de vacinação, com novos mutirões (em datas a serem definidas), para intensificar a prevenção.

A unidade móvel de vacinação da Sespa está funcionando diariamente, estacionada ao lado da Basílica Santuário (rua Dom Alberto Gaudêncio Ramos), de segunda-feira a sexta-feira, das 15h às 21h. Sábado e domingo, das 9h às 21h, porém fará uma pausa nos dias da trasladação e da procissão do Círio, 8 e 9, respectivamente. Os serviços serão normalizados na segunda-feira, dia 10, seguindo até o dia 23 de outubro. Para as pessoas acima dos 9 anos, estão sendo aplicadas as vacinas contra Covid-19, Difteria e Tétano (DT); Sarampo, Caxumba e Rubéola (tríplice viral); além de imunizantes contra HPV para meninos e meninas de 9 a 14 anos. No dia do Círio das Crianças (16), o ônibus da Sespa se dedicará exclusivamente para a vacinação na faixa etária de 1 a 4 anos.

A Poliomielite deixa sequelas graves para o resto da vida. Os sintomas mais frequentes são febre, mal-estar, dor de cabeça, de garganta e no corpo, vômitos, diarreia, prisão de ventre, espasmos, rigidez na nuca e até mesmo meningite. Nas formas mais graves se instala a flacidez muscular, que afeta, em regra, as pernas. Não existe tratamento específico, todas as vítimas de contágio devem ser hospitalizadas, recebendo tratamento dos sintomas, de acordo com o quadro clínico do paciente.

As sequelas estão relacionadas com a infecção da medula e do cérebro pelo poliovírus, normalmente são motoras e não têm cura. As principais incluem problemas e dores nas articulações; pé torto, conhecido como pé equino, em que a pessoa não consegue andar porque o calcanhar não encosta no chão; crescimento diferente das pernas, o que faz com que a pessoa manque e incline-se para um lado, causando escoliose; osteoporose; paralisia de uma das pernas; paralisia dos músculos da fala e da deglutição, o que provoca acúmulo de secreções na boca e na garganta; dificuldade de falar; atrofia muscular; hipersensibilidade ao toque.

O combate à Poliomielite é considerado uma emergência internacional de saúde pela OMS e a vacinação é a única forma de prevenção contra a doença.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Faz-se necessária a conscientização da população no que se refere a atender o chamado e levar todas as crianças dentro desta faixa etária para receber a vacina contra a poliomielite.
    Quantas crianças, hoje já adultos, carregam este fardo pela irresponsabilidade de seus pais ou “responsáveis”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *