Em 17 de agosto é celebrado o Dia do Patrimônio Histórico. A Lei nº 378/1937, no governo Getúlio Vargas, criou o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a fim de proteger e preservar os bens culturais do país, marcando…

A incorporação do território da então Província do Grão Pará e Rio Negro ao Império Brasileiro, fruto de um engodo, ensejou em poucos meses a tragédia do brigue Palhaço e, mais de dez anos depois, a sangrenta Cabanagem, mas esse…

O juiz Jonatas dos Santos Andrade renunciou à presidência da Amatra 8 – Associação dos Magistrados Trabalhistas da 8ª Região e vai assumir o cargo de Juiz Auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça, a convite da ministra Rosa…

Quando todos apostavam em uma radicalização que causasse esgarçamento das relações empresariais na cúpula das indústrias instaladas no Pará, a diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Pará, liderada por José Conrado Santos e José Maria Mendonça, deu uma…

Base de Oriximiná vira modelo internacional



Durante o 3º Seminário Internacional de Polícia Comunitária Sistema Koban, em Vitória-ES, o major Marcelo Ribeiro, comandante da 21ª CIPM em Dom Eliseu, fez palestra sobre sua experiência de sucesso na implantação da Base Comunitária de Segurança de Oriximiná(PA), a primeira em toda a Amazônia a adotar o processo de policiamento japonês. A base funcionava no terminal hidroviário e as ações policiais se diferenciavam porque o enfoque era a prevenção ao crime.
Além do policiamento ostensivo na área comercial e bancária no centro da cidade, o espaço era utilizado para reuniões e palestras voltados à segurança pública com cidadania, à orientação e educação da comunidade.
A supervisão no gerenciamento da base era de responsabilidade do então capitão Marcelo Ribeiro, que comandava a CIPM local, implementada logo após a sua participação em curso de Polícia Comunitária em Tóquio.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *