O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Base Candiru será reativada em Óbidos

Foto: Ozéas Sousa

A Polícia Federal não tem efetivo suficiente para garantir o controle e a segurança em toda a extensão da área de fronteiras do Pará com outros países. Essa fragilidade se reflete nos principais problemas: tráfico de drogas, de pessoas e de armas. A Bolívia, o Peru e a Colômbia, maiores produtores mundiais de cocaína, são vizinhos do Brasil, rota do tráfico e grande consumidor de droga, explicou o delegado da PF Uállame Machado, ontem, em reunião-almoço promovida pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, para ouvir os representantes do Exército e da Polícia Federal sobre a questão, alvo de requerimento do deputado Carlos Bordalo, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alepa.


O general Oswaldo Ferreira, comandante militar do Norte, fez uma apresentação sobre a atuação do Exército na região, com um efetivo de 9 mil homens. “Cerca de 300 trabalham nas áreas de fronteiras. Não é um número alto, mas o Pará é um Estado que tem fronteiras tranquilas. Não existe tráfico de armas e de drogas entrando no País por meio terrestre na área do Comando Regional do Norte”, afirmou, enfático, informando que o tráfico utiliza os rios e o ar, com embarcadouros e campos de pouso clandestinos.

Os municípios mais afetados pelo tráfico no Pará são Abaetetuba, Vigia, Oriximiná, Placas, Redenção e Itaituba, além do arquipélago  do Marajó. Uma boa notícia que foi dada durante a reunião é que, para combater o crime organizado, deverá ser reativada no início do ano que vem a Base Candiru, no Estreito de Óbidos, reunindo Polícia Federal, Ibama, Sefa, Receita Federal, Polícias Civil e Militar.


Estão sendo gestadas pela Segup ações dentro do Enafron – Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras e Sisfron – Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras. Entre elas, um Batalhão fluvial, integrado por órgãos estaduais e federais, com lanchas rápidas e de pequeno porte, capazes de navegar pelos furos e igarapés.


O deputado Carlos Bordalo vai propor uma emenda parlamentar coletiva na Alepa a fim de arrecadar fundos a serem destinados a custear equipamentos para uma unidade a ser instalada em Abaetetuba, nos moldes da Candiru, em Óbidos.


O deputado Raimundo Santos que, além de Ouvidor da Casa e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, preside a Frente Parlamentar da Mineração no Pará, pretende fazer gestões junto aos municípios mineradores e de entorno, envolvendo as grandes empresas com atuação no território parauara no sentido de viabilizarem o funcionamento de várias bases de vigilância e fiscalização, de modo a combater o avanço do tráfico e, consequentemente da violência.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Márcio Miranda, elogiou a integração entre as forças de segurança. “Temos uma relação antiga com essas forças e descobrimos que o Pará é ponta do consumo de drogas, e não rota de exportação. A Assembleia Legislativa, que contribui em todas as demandas da sociedade paraense, está atenta à questão e vai ajudar em tudo o que for possível”.
Participaram da reunião os deputados Raimundo Santos, Hilton Aguiar, Sidney Rosa, Ozório Juvenil, Celso Sabino, Ana Cunha, Neil Duarte, Thiago Araújo, Eliel Faustino, Carlos Bordalo, Dirceu Ten Caten e Tércio Nogueira.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *