Ontem duas famílias viveram momentos de terror, vítimas de assalto à mão armada por volta das 13 horas, durante passeio no Parque do Utinga, um dos lugares mais lindos de Belém e importante equipamento turístico parauara. Trata-se do oitavo roubo…

Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Artistas das Apaes do Pará premiados em Recife



Pela primeira vez, o Pará conquistou três primeiros lugares em sete categorias do X Festival Nacional Nossa Arte, no Centro de Convenções de Olinda. As modalidades Artesanato, Artes Visuais, Artes Literárias, Artes Cênicas, Música, Dança Folclórica e Dança foram disputadas por artistas com deficiência intelectual e múltipla atendidos pelas Apaes de todo o País. O destaque ficou com as Apaes de Moju e Belém. Na categoria Artes Literárias, Wilson Júnior, aluno da Apae Moju, ganhou o primeiro lugar. Já o prêmio de melhor obra de Artesanato foi para a aluna Sulamita Cuimar, também da Apae Moju. Em Artes Cênicas, o espetáculo A Lenda do Açaí, da Apae Belém, com Bruno Varela, Gabriel Ribeiro, Cássio Pereira, Ellen Fonseca, Ana Clara Silva e Diennyff da Silva, também foi vencedor.

O projeto visa a inclusão de pessoas e garante a acessibilidade ao mundo das artes, em todas as suas dimensões e expressões. É organizado a cada três anos pela Federação Nacional das Apaes, hoje presidida pela professora Aracy da Silva Lêdo, que contou com o apoio da Federação das Apaes de Pernambuco, cuja presidente é Amélia Maria Borges da Silva, e da Apae de Recife, presidida por Antônio da Costa Filho. O evento foi prestigiado pelo embaixador das Apaes no Brasil, o cantor Daniel. 

Os artistas apaeanos parauaras fizeram bonito em Recife, contagiando a plateia. O feito foi realçado pelo deputado Eliel Faustino, líder do Governo na Alepa, que salientou ser motivo de orgulho e apresentou requerimento de votos de aplausos à Federação das Apaes do Estado do Pará, presidida por Emanoel O’ de Almeida Filho, e às Apaes Belém e Moju, em especial aos artistas premiados e às técnicas de arte Gemille Sales (Apae Belém) e Joquebede Araújo e Gilma da Costa Sarraf (Apae Moju).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *