Hoje a Assembleia Legislativa do Pará retomou seus trabalhos no segundo período legislativo do terceiro ano da da 19ª Legislatura, de forma totalmente presencial, apesar da reforma do prédio sede do Palácio Cabanagem e do próprio plenário Newton Miranda. Após…

Em visita oficial, a Academia Paraense de Jornalismo e a Comissão de Defesa do Patrimônio Histórico do Instituto Histórico e Geográfico do Pará pediu ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, o veto à alteração dos nomes da Rua da Municipalidade…

O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Arte: um bem solidário que estimula a cidadania

Os artistas são os mais atingidos pela pandemia de Covid no Brasil, onde sempre foi difícílimo viver de arte, ainda mais em tempo que não se pode fazer shows, concertos, vernissages, temporadas teatrais, festivais, lançamentos de livros e mostras de artes plásticas e artesanato sem restrições. Mas é possível às pessoas cujo poder aquisitivo permite o deleite estético comprar para si ou para presentear obras de arte, contratar músicos para homenagear alguém ou proporcionar momentos de enlevo.

Esculturas, pinturas, fotografias, vasos, bancos, mesas e tantos outros itens variados feitos ou pintados à mão são objetos únicos, impactantes na decoração, enriquecem o espaço e mudam a percepção de quem está no ambiente. Contratar músicos para tocar em áreas abertas nos condomínios – respeitando os horários legais – também é ótima opção para proporcionar bem-estar coletivo.

Há telas pintadas nas mais variadas técnicas, como pinturas a óleo ou em tinta acrílica, gravuras e fotos, com impressão em vidro, canvas, sem moldura, com molduras clássicas ou contemporâneas, peças únicas e com estilo que fazem toda a diferença, oferecendo experiência sensorial, provocando momentos intimistas e de reflexão. Ter um objeto de arte original é algo especial e exclusivo. Consumam arte e ajudem os artistas.

As fotos são de Toninho de Castro. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *