O Procurador-Geral de Justiça César Mattar Jr. inaugurou nesta quinta-feira, 16, o Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado do Pará, que vai funcionar na sede das Promotorias de Justiça de Icoaraci, distrito de Belém. O coordenador será o promotor…

A desembargadora Maria de Nazaré Saavedra Guimarães, que se destaca pelo belo trabalho que desenvolve à frente da Comissão de Ações Judiciais em Direitos Humanos e Repercussão Social do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e que já coordenou…

Brega no Pará é coisa séria. Tem Brega Pop, Brega Calypso, Brega Marcante, Brega Saudade, Tecnobrega, Melody, Tecnomelody … Verdadeiro hino (música oficial dos 400 anos de Belém), não há quem desconheça o clássico Ao Por do Sol, eternizado na…

Uma reunião no Ministério Público do Estado do Pará colocou em pauta a situação caótica da Unidade de Conservação Estadual Área de Proteção Ambiental da Ilha do Combu, onde proliferam construções e empreendimentos comerciais irregulares, transporte fluvial desordenado, festas e…

Anulada ‘queda para cima” da Coronel da PMPA

Uma decisão do comandante-geral da Polícia Militar do Pará, Coronel Dilson Jr., pôs a tropa e a população em situação de revolta e indignação. É que, anteontem, ele nomeou a Coronel QOPM/PA Andréa Keyla Leal Rocha comandante do Comando de Policiamento Especializado da PMPA, em ostensiva proteção à militar, recentemente afastada em meio a ruidoso escândalo do Comando de Policiamento Ambiental, por ordem do juiz Lucas do Carmo, titular da Vara Única da Justiça Militar do Estado do Pará, que também a proibiu de frequentar a unidade pelo prazo mínimo de cento e vinte dias. Ela é ré, junto com o Sgt. Gildson Soares, no processo nº 0800124-33.2021.814.0200, que envolve corrupção, peculato, usurpação e abuso de autoridade, desacato a superior, tortura e até ameaças de morte e foi alvo de requerimento de medidas cautelares em Procedimento Investigatório Criminal instaurado pelo promotor de justiça militar Armando Brasil e pela 3ª PJ Criminal de Santarém, que receberam diversas denúncias formuladas por policiais militares da 1ª Companhia de Policiamento Ambiental. Consta que o governador Helder Barbalho, que prometeu ao assumir o Governo do Pará jamais apadrinhar servidores acusados de ilícitos, ficou muito incomodado e determinou a imediata correção do ato, que durou menos de 24h. Ontem mesmo a nomeação foi tornada sem efeito, com publicação no Boletim Geral da PMPA, e a Coronel Keyla foi  mandada para a Subseção de Controle de Cessão e Agregação de Policiais Militares, onde responderá aos processos judicial e administrativo, pela Corregedoria da Corporação.

O juiz da Vara Militar transcreveu em sua sentença gravações da Coronel Keyla ameaçando seus antigos subordinados no BPA de que, caso a denunciassem, “iria acionar o Comandante-Geral”, pois segundo ela, o Coronel Dilson Jr. “faz tudo o que ela quer”.  O juiz Lucas do Carmo enfatizou, em sua decisão, “a violenta, intimidatória e totalmente ilegal conduta do SGT Gildson, respaldado por uma comandante que chega ao ponto de ligar para intimidar a todos com o fito de “proteger” o praça”.

O magistrado salientou: “Urge que se tome alguma providência visando a evitar que policiais militares que praticam ilícitos penais, notadamente dolosos, utilizando-se de suas funções e equipamento fornecido pelo Estado, com acinte direto à moralidade administrativa, permaneçam, ao menos até o desfecho final desta ação, no exercício de suas funções”, pontuando que “a oficial, valendo-se da sua condição de Comandante de Policiamento Ambiental da Policia Militar, por ser íntima do SGT Gildson Soares, passou a acobertar sua conduta danosa no meio da unidade, dando-lhe cobertura e proteção, em prejuízo da manutenção da ordem no serviço, prejudicando a apuração de condutas ilícitas imputadas ao mesmo, perseguindo outros militares que não se submetessem aos seus desmandos, com prejuízo para as investigações e para a manutenção das normas e princípios da hierarquia e disciplina militares, que são a base das instituições militares”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *