Nesta quinta-feira, dia 21, até o sábado, 23, a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa do Pará oferece os cursos de qualificação e atualização do projeto Forma Alepa/Elepa Itinerante em Santarém, atendendo toda a região do Baixo Amazonas, abrangendo também…

Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Amor de perdição

Ah, o amor! Causou a ruína do desembargador Jaime Ferreira de Araújo, que integrava a comissão do concurso do TJE-MA e, durante a prova oral, dirigiu-se a uma candidata a juíza e perguntou por que ela não atendera a sua ligação telefônica. A conversa foi gravada e caiu nos ouvidos da Corregedoria do CNJ, que abriu o PAD nº 0005845-23.2012.2.00.0000. A relatora, conselheira Maria Cristina Peduzzi, não quis saber de romantismos. Em seu voto, afirmou que “o desembargador agiu de forma incompatível com a dignidade, a honra e o decoro de suas funções” ao manter diálogos “inadequados, impróprios e de cunho pessoal” com candidata em concurso para ingresso na magistratura do Estado, e o plenário do CNJ, por maioria de votos, aplicou a pena de disponibilidade compulsória ao magistrado, com vencimentos proporcionais ao tempo de serviço, considerando “tratar-se de um acontecimento isolado”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *