Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

Alerta sobre maré alta em Belém e ilhas

FOTO: ALESSANDRA SERRÃO
No primeiro dia de 2018 a maré vai alcançar 3,8 metros de altura às 22h24 na ilha do Mosqueiro, conforme o Centro de Hidrografia da Marinha. Na terça-feira, 2, ela atingirá 3,9 metros às 23h11. Até o domingo, 7, estão previstas pelo menos 13 ocorrências com marés acima de 3,5 metros. Em Belém do Pará, a maré chegará a 3,5 metros no dia 1º, às 22h53. Na terça e quinta-feira, 4, a previsão é que ela alcance 3,6m às 23h41 e a 0h26, respectivamente. O coordenador da Defesa Civil Municipal, Yan Miranda, está alertando as pessoas para que evitem tomar banho e circular na orla nesses horários, ainda mais se estiver chovendo.

Agentes da Defesa Civil, da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob), da Guarda Municipal de Belém e da Agência Distrital de Mosqueiro vão atuar de forma integrada em ações educativas e preventivas em vários pontos da ilha, principalmente nas praias de Porto Arthur, Marahu, Murubira, Baía do Sol e Praia Grande, onde a erosão é maior. Caso necessário, o trânsito será desviado. As equipes vão orientar também os comerciantes do Ver-o-Peso, moradores do bairro do Marco e de áreas de canais que sofrem influência direta da maré. 

É bom que a população pare de jogar lixo e entulho nas ruas e canais, e assim ajude a reduzir o risco de entupimento da rede de drenagem. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *