0

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará realiza nesta quinta-feira (11), às 10h, no auditório João Batista, sessão solene alusiva às sete décadas de existência da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará, por proposição da deputada estadual professora Nilse Pinheiro, aprovada à unanimidade em plenário. O evento será transmitido ao vivo pela TV e Rádio Web, no Portal Alepa, e também pelo canal aberto 8.2 (UFF/Digital) para toda a região metropolitana de Belém, além do canal da Faepa no YouTube.

Fundada em 8 de setembro de 1951 sob a denominação de Federação das Associações Rurais do Estado do Pará, a entidade sindical de segundo grau foi criada com a finalidade de colaborar no estudo e na solução dos problemas relacionados à vida rural, propor medidas necessárias ao desenvolvimento agropecuário, orientar e promover a fundação e organização das associações rurais (hoje, sindicatos rurais) e cooperativas, entre outras atribuições.

A Faepa é uma das 27 entidades sindicais de grau superior que integra a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). É uma instituição com personalidade jurídica própria, de direito privado, sem fins lucrativos. Tem sede em Belém e base territorial no estado do Pará, congregando 132 sindicatos rurais e 10 núcleos regionais. A Federação atua na representação dos interesses dos produtores rurais, no desenvolvimento sustentável do agronegócio e no fortalecimento das relações institucionais, e tem sido protagonista de momentos relevantes na economia, política e história do Pará e do Brasil.

O presidente da Faepa, Carlos Xavier, preparou uma agenda positiva ao longo deste ano, com homenagens e premiações em reconhecimento a iniciativas de valorização e defesa das atividades agropecuárias no Pará. Conforme o dirigente empresarial, a missão da entidade é representar, organizar e fortalecer os produtores e sindicatos rurais, promovendo o desenvolvimento do agronegócio no Pará, ser um sistema de excelência reconhecido pela sociedade, estimulando a competitividade e a inovação do agronegócio.

Desde 7 de outubro de 2004, a Faepa funciona no Palácio da Agricultura, um prédio funcional e com modernas instalações, que também abriga o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Estado do Pará (Fundepec) e Amazônia Rural – Central de Agronegócios da Amazônia.

A dimensão continental do Pará, aliada às dificuldades de locomoção e de comunicação, suscitou a necessidade de ser adotada, em 1999, a descentralização administrativa, a fim de alcançar melhor eficiência e eficácia das ações do Sistema. Assim, houve um recorte territorial do estado em dez regiões administrativas – Baixo Amazonas, Bragantina, Transamazônica, Marajó, Nordeste Paraense, Sul do Pará, Carajás, Guajarina, Tapajós e Tocantins, onde foram implantados núcleos regionais da Faepa.

A Federação publica revistas, boletins informativos, artigos técnicos, e divulga matérias do interesse do agronegócio em seu site e redes sociais, além de promover palestras, seminários, cursos e treinamentos. Oferece, ainda, suporte à estruturação dos sindicatos com assessoria nas áreas contábil, trabalhista, previdenciária, fiscal e de negociações coletivas, apoio a leilões, exposições, cursos e instalação de balanças em frigoríficos para pesagem de bovinos. A Faepa mantém um portfólio de programas para todo o público rural, nas mais diversas áreas de atuação do agronegócio, com soluções focadas na melhoria da renda, da sustentabilidade da atividade e da qualidade de vida do produtor rural e de sua família, abrangendo áreas tais como fortalecimento do sistema sindical, assistência técnica e gerencial, ensino técnico, superior e à distância, e, ainda, ações voltadas à promoção social e responsabilidade social e ambiental.

MPPA e Alepa no combate ao escalpelamento

Anterior

Observatório Nacional e Museus ao léu

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *