0

A Cosanpa é proprietária de uma área enorme e linda, cheia de árvores nativas, dentro da cidade de Salinópolis, que deveria ser preservada e funcionar como bosque e parque, aberto à visitação pública, mas está há décadas em estado deplorável de conservação, com acúmulo de lixo e o muro desabado. O abandono salta aos olhos de quem passa na rua.

Em fevereiro do ano passado a então deputada Paula Gomes requereu ao Governo do Pará providências necessárias e urgentes no sentido de realizar adequação na “Área do Açaí” – como é conhecida popularmente no município – para que fosse transformada em Parque Ambiental. A moção foi aprovada à unanimidade pela Assembleia Legislativa, mas até hoje os cuidados, obras e serviços necessários para transformação dessa área em parque ambiental não foram efetivados. Na ocasião, inclusive, a ex-deputada, atual secretária de Estado da Mulher, nascida e criada em Salinópolis, destinou um milhão em emenda ao orçamento estadual para a construção do parque urbano. Vejam nas fotos a situação de total abandono em que se encontra o local. Até sofá imprestável é descartado lá.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Falta civilidade aos frequentadores de Salinópolis

Anterior

Edyr Augusto Proença, orgulho do Pará

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *