Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

A resistência armada no Araguaia


A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), em colaboração com a Faculdade de História da UFPA, promove o Seminário Nacional Ditadura Civil-Militar no Brasil e a Resistência Armada no Araguaia, de 21 a 23 de maio de 2014, em Marabá, do qual participarão os professores e as primeiras turmas de estudantes dos cursos de História dos campi de Marabá e Xinguara. Além da Mesa de abertura e atividades culturais, as conferências e debates terão foco nas mudanças políticas, sociais, econômicas e culturais ocorridas na região Sul e Sudeste do Pará no período de 1964 a 1985, especialmente sobre a violação de direitos humanos, os conflitos agrários, a resistência armada à ditadura e o impacto dos grandes projetos econômicos, os diferentes processos migratórios e os conflitos entre setores do grande capital (agronegócio, mineração, madeireiros) e diferentes grupos sociais (camponeses, indígenas, extrativistas, quilombolas e segmentos diversos de trabalhadores rurais e urbanos), bem como as experiências desses grupos, desdobradas em diferentes estratégias e táticas de enfrentamentos, disputas, combates, alianças e negociações. Temas interessantíssimos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail historiaunifesspa@gmail.com, até 16 de maio. É preciso informar nome, idade, escolaridade, e-mail, telefone, município e atividade que desenvolve. As inscrições presenciais, na sala 13 do Instituto de Ciências Humanas – Campus I/Unifesspa, Marabá, vão até 20 de maio.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *