O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Violência no campo

Em novo confronto armado, 16 pessoas foram
baleadas hoje na fazenda Cedro, em Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará. A
Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá e a PM estão lá. Os feridos foram
levados para hospitais da região e os sem-terra fecharam a rodovia PA-150.
O MST diz que os
trabalhadores rurais estavam fazendo um ato público em defesa do meio ambiente
e contra o uso de agrotóxico, com muitas crianças entre eles, quando foram
atacados por seguranças armados da fazenda.
A Agropecuária Santa Bárbara, do
banqueiro Daniel Dantas, proprietária da fazenda Cedro, alega que foram os
sem-terra que atacaram a propriedade. Os trabalhadores rurais, que já ocupavam
uma parte da fazenda, teriam marchado em direção à sede com armas em punho, e sido
repelidos pela segurança da empresa.


ATUALIZAÇÃO: o secretário de Estado de Segurança
Pública, Luiz Fernandes Rocha; o secretário adjunto de Inteligência e Análise
Criminal, Tom Farias; o comandante geral da PM, coronel Daniel Borges Mendes; o
major Alisson Monteiro, assessor especial da Segup, e o Delegado Geral Nilton
Atayde estão no local e afirmam que a situação está sob controle.
Os seguranças da Fazenda Cedro foram detidos,
as armas apreendidas e instaurado inquérito. A Segup negocia a liberação da
BR-155( trecho da PA-150 federalizado, entre Marabá e Redenção). O
engarrafamento é quilométrico.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *