Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Violência contra a mulher

Uma cidadã de Barcarena, de 38 anos, vítima
de violência doméstica, tenta em vão, há mais de uma semana, registrar um
Boletim de Ocorrência na delegacia de polícia local. Quando o sistema não está
fora do ar, o delegado Maurício se recusa a ouvi-la e alega que está ocupado. “Uma
vez o delegado estava lendo um livro e não me deu a menor atenção”, denunciou.
A informação é de Carlos Baía, da Rádio Metropolitana FM.
Não são poucas as situações idênticas que
acontecem todos os dias em Belém e no interior do Pará. Mulheres agredidas
procuram ajuda nas delegacias e sofrem chacotas. A Lei Maria da Penha precisa
antes vencer o descaso dos policiais, que se recusam a fazer BO e mandam as
vítimas andarem de Seca a Meca em
busca de alguma proteção, sem qualquer resultado. Não à toa, são altíssimos os
índices de violência familiar e homicídios por motivos passionais. A
Corregedoria da PC tem que tomar providências urgentes e o governo do Estado
passar do discurso à ação efetiva.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *