0

O Pará está em luto. Um crime medonho abalou Cametá (PA) e a Polícia Civil do Estado. O marido da delegada Amanda Souza, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher no município, assassinou os dois filhos do casal hoje à tarde, na residência da família, e em seguida atirou contra si mesmo. A delegada estava trabalhando na Deam quando o crime aconteceu e está sendo medicada no hospital. É sofrimento demais para um ser humano.

As crianças tinham 9 e 13 anos. Os vizinhos ouviram os tiros e acionaram a polícia imediatamente. Viaturas das polícias civil e militar e ambulâncias de resgate do Corpo de Bombeiros foram acionadas e estiveram no local, mas as crianças já estavam sem vida. O assassino, em estado grave, foi encaminhado para atendimento médico, mas morreu em seguida.

O casal estava em processo de divórcio e o marido não aceitava a separação. É mais uma tragédia na escalada de violência que assola as mulheres. A Polícia Civil do Pará está prestando assistência por meio da Diretoria de Atendimento ao Servidor. Uma equipe policial de Belém dá suporte à delegada e seus familiares.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Colonizados

Anterior

OUVIDO DE MERCADOR

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *