1

Neste sábado (23) e domingo (24) a campanha Um Dia no Parque mobiliza a população em centenas de atividades de lazer, turismo, esporte, educação ambiental e cultura nos espaços criados para conservar e proteger os biomas brasileiros. A iniciativa, realizada desde 2018 pela Coalizão Pró Unidades de Conservação (Unidos Cuidamos) e implementada no Pará pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) desde 2019, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor- Bio), este ano também tem a parceria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e das prefeituras de Juruti, Monte Alegre, Terra Santa e Santarém, com apoio da Equatorial Energia Pará.

A programação inclui as Áreas de Proteção Ambiental Alter do Chão (Santarém) e Jará (Juruti), Floresta Estadual de Faro, Floresta Nacional Saracá-Taquera (Oriximiná), Parque Estadual Monte Alegre, Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna (Belém), Parque Estadual da Serra dos Martírios-Andorinhas (São Geraldo do Araguaia) e o Refúgio de Vida Silvestre Metrópole da Amazônia (Marituba).

A manhã do sábado começa na Floresta Nacional Saracá-Taquera, em Oriximiná, com passeio guiado de canoa pelo igarapé e trilha. E também na APA Jará, em Juruti, com atividade lúdica sobre as lendas da cidade e apresentação do personagem Rairú, que de acordo com a tradição Munduruku está por trás da criação de tudo.

No domingo, a programação segue na Flona Saracá-Taquera com trilha ecológica: um grupo de ciclistas sairá de madrugada de Porto Trombetas em direção à Base do Patauá. Já na Flota de Faro haverá campeonato de canoagem, amistoso de futebol, brincadeira de pau-de-sebo, além de exposição, apresentação de teatro e plantio de árvores.

Na APA Alter do Chão, que integra pela primeira vez a campanha, o dia de visita será marcado por competição dos catraieiros que fazem a travessia para a praia da Ilha do Amor, trabalhadores essenciais para o turismo local. As catraias são pequenas embarcações movidas a remo. No domingo, os catraieiros mais rápidos serão premiados. O dia encerra com uma trilha na Serra da Piroca, apresentação cultural dos botos Tucuxi e Cor de Rosa e show regional.

A expectativa é sensibilizar a sociedade através de atividades que permitam vivenciar as Unidades de Conservação, conhecendo os benefícios de preservar a natureza, como o fornecimento de água, ar puro, sementes, frutos, espaço de lazer, esportes e contemplação. “Queremos que as pessoas se engajem e saibam a importância de proteger os nossos biomas, com sua fauna, flora e os modos de vida de povos e comunidades tradicionais que habitam nos territórios. Esses espaços são patrimônio público do povo brasileiro, por isso devemos usá-los e protegê-los”, destaca a pesquisadora do Imazon Jakeline Pereira. A idealizadora da campanha, Angela Kuczach, espera que cada vez mais pessoas visitem, conheçam e desfrutem das Unidades de Conservação, e seja enraizado o sentimento de pertencimento.

O Pará tem 92 Unidades de Conservação, municipais, estaduais e federais, que somam 423 mil Km², o que representa 34% do território do estado. Destas, 85 podem ser visitadas livremente e de forma gratuita e algumas necessitam de autorização, emitida por seu respectivo órgão gestor (Secretarias Municipais de Meio Ambiente, Ideflor-Bio ou ICMBio.

O Ideflor- Bio é responsável pela gestão de 27 Unidades de Conservação estaduais, sendo 11 de Proteção Integral – verdadeiros santuários ecológicos -, com mais de 5 milhões de hectares, e 16 de Uso Sustentável, com mais de 15 milhões de hectares. Somadas, só as UCs estaduais englobam 21 milhões de hectares.

Portuários da CDP em greve denunciam situação dramática

Anterior

Escuridão por furto da fiação

Próximo

Vocë pode gostar

Mais de Notícias

1 Comentário

  1. Bastante positiva e saudável este verdadeiro intercâmbio com a natureza de nossa região, não só pela fuga da poluição da cidade grande, mais, pelo encontro com belezas naturais ainda preservadas e um valioso acréscimo na conscientização pela preservação da fauna e flora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *